• Alimentação - Saiba quais são os benefícios do chocolate para a sua dieta

Saiba quais são os benefícios do chocolate para a sua dieta

Esclarecemos algumas dúvidas e selecionamos opções de ovos de Páscoa mais saudáveis para você

Se temos uma certeza nessa vida é de que muitas pessoas não conseguem resistir a um chocolate. Seja dia, tarde ou noite, ele serve de comida conforto quando você mais precisa. Porém, muito ainda é discutido sobre os seus benefícios e malefícios para a saúde. Com a Páscoa chegando, é ainda mais importante entender como essa delícia pode impactar a sua dieta e seu desempenho nos exercícios. Contamos com três nutricionistas para auxiliar a melhor forma de comer chocolate!

Foto: Brebca/Fotolia

Foto: Brebca/Fotolia

“O chocolate é um produto feito a partir do processamento das sementes do cacau. É considerado, hoje, como umas das principais fontes de polifenóis (substância antioxidante)”, diz a nutricionista Flavia Donato Chala Terciano, da Clínica de Nutrição da Universidade UNIVERITAS/UNG. Para a felicidade de muitos, a especialista ainda fala que o alimento tem se mostrado importante para a saúde cardiovascular. “O chocolate é rico em flavonoides, substância com função cardioprotetora”, completa.

+ Use o chocolate como energia para o Desafio Corja Pedra Branca 2019!

Os corredores também podem ficar tranquilos! A nutricionista Maressa Santos comenta que, além dos flavonoides e polifenóis, o chocolate possui substâncias antioxidantes e cafeína – estimulante do metabolismo. “Os corredores podem ter os benefícios desses compostos, favorecendo o desempenho esportivo, com o consumo moderado do alimento, dentro de um planejamento alimentar adequado para a modalidade”, analisa. Ela apenas alerta que, como com qualquer outro alimento, o consumo excessivo pode atrapalhar.

Como inserir na dieta. Em cada momento o chocolate age de uma forma. “Por possuir o aminoácido triptofano – precursor da serotonina, hormônio do bem estar -, se consumido antes do treino, ele vai dar mais disposição para o atleta”, comenta a nutricionista Adriana Magalhães, da clínica da Dra. Ana Carolina Sumam. A especialista Maressa explica também que o chocolate atua como uma fonte de carboidrato. Já no pós-treino, ele tem seus benefícios também. “Depois de correr, ele ajuda na recuperação do glicogênio muscular e seus antioxidantes auxiliam no combate aos radicais livres que produzimos no organismo”, afirma.

Quanto comer por dia. Excessos nunca são bons. A nutricionista Adriana expressa que, mesmo com todos os benefícios do chocolate, é importante consumir com cautela. “A quantidade depende de quanto o indivíduo gasta de energia por dia, mas costuma variar de 25g a 30g de chocolate amargo por dia.

Qual o melhor tipo de chocolate. São tantas opções nas prateleiras que acabamos ficando sem saber qual escolher! Todas as nutricionistas concordam que quanto maior for o percentual de cacau, melhor.  “Sua escolha pode ser sempre acima de 70% de cacau na composição”, diz Flavia. Já a nutricionista Adriana comenta que é interessante entender o objetivo de cada indivíduo ao inserir o chocolate. “Se uma pessoa quer diminuir as calorias pelo de açúcar que ingere, é recomendado um mais amargo ou com adoçante, por exemplo”, afirma.
Segundo Maressa, o chocolate branco é feito, basicamente, de manteiga de cacau, leite e açúcar, além de ser o tipo que apresenta maior teor de gordura saturada. O chocolate ao leite também é um alimento de alto valor calórico. É necessário entender as restrições de cada pessoa. “Tudo vai depender da qualidade e frequência de consumo”, analisa.

Ovos de Páscoa caseiros. Com a Páscoa chegando, muitas pessoas estão produzindo ovos recheados para competir com chocolates industriais. Só de pensar neles, já dá uma água na boca! Mas é importante levantar algumas questões antes de comprá-los. “Se for possível,  vale conhecer o local onde esses ovos são feitos, se há higiene no preparo – do manipulador e no armazenamento dos produtos – e matérias primas utilizadas”, alerta Maressa. Ela ainda comenta que, como alguns recheios são mais perecíveis o período de validade é mais curto. “Outra dica: conserve em geladeira após a abertura”, aconselha. A nutricionista Adriana também fala da importância de ter um rótulo de ingredientes, para saber o que a pessoa usou para produzir o ovo.

Linhas zero açúcar. A composição desses chocolates sofre adição de outros componentes. “Para se aproximar do sabor e textura do original, podem colocar mais gorduras e adoçantes artificiais na receita”, comenta Maressa. A nutricionista orienta que é importante prestar atenção aos rótulos dos produtos e ver qual tem menos adição de componentes.

Os corredores e atletas podem aproveitar um momento de prazer e comer chocolate! Quando ingerido com moderação, esse alimento pode ser até um amigo da sua dieta. Tente escolher sempre os chocolates mais amargos e aproveite!

+ Veja corridas para participar!

Sugestões

Bio Mundo – Chocolate de Cacau + Alfarroba Giunti, 180g – a partir de R$ 47,99

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Além do benefício de não possuir agente alergênico ou estimulantes, como cafeína, o cacau e a alfarroba combinados trazem um sabor único para essa data especial.

Cacau Show – Bendito Cacao 70%, 360g – R$ 44,90

Foto: Divulgação/Instagram

Foto: Divulgação/Instagram

Sem leite e com cacau extra,vem com trufas do mesmo chocolate, adoçado com açúcar.

Gallette Chocolates – 70% Cacau com bombons de nutes, 250g – R$ 79,90

ovo3

Foto: Divulgação/Instagram

Ovo de Páscoa feito com Chocolate 70% cacau, faz parte da “Linha Clássica” da marca.

Comentários

Tags:, , , , , , , ,
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade

NEWSLETTER