• Atletismo - Corredor Carlos Dias encara desafio de percorrer os extremos do Brasil em 200 dias

Corredor Carlos Dias encara desafio de percorrer os extremos do Brasil em 200 dias

Ultramaratonista percorre 10.000 km em 200 dias em apoio à instituições sociais infantis

O ultramaratonista brasileiro Carlos Dias, famoso por correr mais de 40 maratonas em 42 dias consecutivos, completar os 9.000 km do Oiapoque ao Chuí em 100 dias para celebrar o nascimento do filho Vinícius, correr nos dez ambientes mais extremos do planeta entre outras marcas impressionantes, completa em 2018 uma longa jornada praticando aquilo que mais gosta na vida, correr. Ele já percorreu 125.000 km no período de 25 anos e para celebrar, pretende correr 10.000 km em prol de importantes causas sociais. Carlos tem como maior foco poder fazer do seu esporte uma grande ferramenta de integração, reflexão e atitude social.

O super-humano, Carlos Dias. | Foto: Carlos Dias

O super-humano, Carlos Dias. | Foto: Carlos Dias

O desafio “Dois Extremos”, tem como objetivo reunir quem gosta de correr, quem sonha em começar o esporte e atletas que já tenham em seus currículos grandes marcas. A ideia não é eleger o melhor esportista e sim convidar os participantes a usarem o esporte como ferramenta para ajudar a salvar vidas, aumentar a integração entre atletas a e estimular a troca de conhecimento entre as pessoas.

O público pode acessar o site www.carlosdiasultra.com.br  e comprar a camiseta do desafio. Do valor total de cada uma, 10% será doado para instituições que trabalham com jovens com câncer e para projetos de educação para crianças que vivem em áreas de alta vulnerabilidade.

No dia 21 de abril Carlos e o companheiro Vladmi Virgílio fazem o teste final na Ultra Trail Transmantiqueira, prova de 100 km que acontece entre Rio e Minas em meio a floresta e montanhas.

Inscreva-se na 4ª Meia Maratona de São José dos Pinhais

A ideia de percorrer o Brasil nasceu depois que realizou uma palestra em Boa Vista, para o Exército Brasileiro e no final da palestra o General de Brigada Gustavo Henrique Dutra de Menezes, informou que o novo extremo norte do Brasil estava na fronteira com a Venezuela e convidou o corredor a percorrer a nova distância entre o Arroio do Chuí e o Monte Caburaí, 10.000 km em até 200 dias. O atleta topou e agora pretende começar o desafio no dia 1º de maio de 2018, fazendo a largada no Chuí, guiando o atleta Vladmi até a cidade de Rio Grande, no litoral sul do Rio Grande do Sul.

Comentários

Tags:, , ,
Redação Webrun
Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade