• Alimentação - Você se sente muito cansado? Cuidado, o seu corpo pode estar inflamado!

Você se sente muito cansado? Cuidado, o seu corpo pode estar inflamado!

Saiba o que isso significa e quais alimentos você deve evitar para fazer tudo funcionar corretamente

Foto: Depositphotos

Foto: Depositphotos

Que a alimentação pode interferir na saúde não há dúvidas, mas você sabia que determinados alimentos podem propiciar processos inflamatórios no seu corpo? E um dos sintomas disso pode ser sua performance; sabe quando você acha que está fazendo tudo certinho nos treinos, mas não rende como esperado? O motivo pode estar no que você come.

Sentir que o corpo está inflamado é sinal de que algo precisa mudar na sua alimentação, seja pela sua saúde ou para melhorar seu desempenho nos treinamentos. Quem já não passou por momentos de menor vigor ou de algum desgaste físico? Isso pode ser um alerta para uma inflamação, que pode ser causada por fatores externos, ou seja, pelo que ingerimos, e por fatores internos, ou a forma como estamos encarando a vida. O cortisol, hormônio diretamente ligado à resposta ao estresse, também provoca inflamação.

Mas como fugir dos processos inflamatórios?

De acordo com a nutricionista e atleta de alta performance Fernanda Surian, nosso corpo tem total capacidade de evitar este problema, mas é preciso ficar atento aos sinais que ele dá para iniciar as mudanças necessárias o quanto antes.  Por isso ela faz diariamente um check list para saber se seu organismo está funcionando como deveria:

– Como está meu intestino? Sim, ele é nosso segundo cérebro! Se pensarmos bem, é ele quem decide o que fica e o que sai do corpo de tudo aquilo que ingerimos. Se o intestino não anda bem, a chance de absorvermos toxinas ou mesmo de não eliminarmos corretamente o que nosso corpo não precisa é grande. Cada um tem um timing, então é legal ver a sua própria rotina e acompanhar qualquer mudança. Notou mudanças? Será que não é hora de investir em uma alimentação mais natural, aumentar o consumo de frutas, verduras, fibras e se hidratar mais?

– Como anda minha energia? Eu passo o dia com disposição? Com raras exceções, o certo é termos mais ou menos a mesma disposição ao longo da nossa rotina. Se você começa a ficar muito cansado cedo demais, tem alguma coisa errada aí. Outra coisa que eu noto é um aumento na vontade de consumir algo com substância estimulantes, como chocolate e café. Ficar de olho no gráfico de energia ao longo do dia já mostra se o corpo está “ok” ou se é hora de rever a dieta. Nesse caso, o ideal é rever a rotina da semana e encaixar mais espaços de descanso, meditação, alguma atividade mais lúdica.

– E a minha urina? Xixi com cor e odor fortes não é normal! Ou você está consumindo pouca água, ou seja, está se desidratando, ou está consumindo algum tipo de alimento que está exigindo demais dos seus rins. Foco na mudança. A urina saudável é clarinha e quase sem cheiro. O ideal é aumentar a ingestão de água e chás, carregando a garrafinha por onde for.

– Até mesmo na pele, as mudanças podem dizer muito sobre como anda seu organismo. O aparecimento de espinhas, olheiras, oleosidade, são alterações que precisam ser levadas em conta dependendo da época do mês, por causa de variação hormonal, mas em geral elas têm muita ligação com a alimentação e podem indicar que você precisa desintoxicar, tomar um cuidado a mais com você mesmo, afinal, autoconhecimento também é saúde.

Segundo Fernanda, pequenas mudanças já podem fazer toda a diferença. “Mudar os hábitos da rotina já ajudam a sentir o corpo mais leve, fora que as funções vão se normalizando, intestino e rins voltam ao normal, a pele melhora, mais disposição. Vale sempre investir em diferentes formas de ajudar o corpo e ir percebendo o que funciona mais para você”, ressalta.

Alguns alimentos tem uma grande parcela de culpa em processos inflamatórios. Saiba quais evitar:

– Carne Processada

São alimentos como salsicha, presunto, salame, peito de peru, hambúrguer industrializado, entre outros. A carne processada contém compostos de glicação avançada, compostos tóxicos formados por meio de uma reação não enzimática entre açúcares redutores e proteínas. Eles estão diretamente associados ao risco de doenças cardíacas, diabetes, câncer de estômago e câncer de cólon.

– Derivados do trigo

O trigo é considerado um ingrediente altamente inflamatório devido ao aumento da glicose que causam. Além disso, na maioria das vezes, é um grão geneticamente modificado e, por isso, associado a muitas condições graves de saúde.

– Álcool

Por ser rico em açúcar, prejudica o fígado, ao atingir picos, por isso entra na lista de alimentos mais inflamatórios para o corpo, e quando consumido, deve ser com moderação.

– Laticínios

Apesar de alguns alimentos com leite serem considerados saudáveis, como queijos e iogurtes, é comum que o organismo tenha dificuldades em processá-los, isso porque o leite é um alergênico que pode propiciar inflamações, problemas estomacais, alergias na pele e até mesmo dificuldades respiratórias.

– Fast foods

Essas comidas possuem diversas substâncias nocivas à nossa saúde, como óleo, açúcares, adoçantes artificiais e uma série de outros ingredientes nada saudáveis que devem ser evitados por quem preza pela saúde do corpo.

 

 

 

Comentários

Tags:, , , , ,
Carolina Abrantes
Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade