Perfil
O blog da redação é um espaço aberto para nossa equipe de jornalismo contar aqui algumas curiosidades que acontecem no mundo da corrida.
Siga:
Assine o Feed de notícias:
Clique Aqui

Publicidade

Este é um blog pessoal e não reflete, necessariamente, as opiniões do portal Webrun.
A tecnologia dos tecidos parte 2: poliéster X ...
Por REDAÇÃO WEBRUN | 02/10/08 - atualizada às 17:52
|http://www.webrun.com.br/h/blogs/redacao-webrun/post/a-tecnologia-dos-tecidos-parte-2-poliester-x-poliamida/355|http://www.webrun.com.br/h/blogs/redacao-webrun/post/a-tecnologia-dos-tecidos-parte-2-poliester-x-poliamida/355
Por Donata Lustosa

 

Atualmente uma das fibras mais interessantes para os esportistas é a sintética. Com ela é possível criar tecidos de poliéster e poliamida, que são usados para a confecção de roupas esportivas. Mas por que esse tipo de tecido é melhor para o corredor?

 

Se compararmos os tecidos sintéticos com o algodão, por exemplo, vemos com clareza essa diferença. Durante a prática esportiva, o atleta transpira e conseqüentemente libera o suor em forma de água. Esse suor deve ser dissipado rapidamente para não atrapalhar a performance do atleta.

 

O algodão, tecido feito com fibra natural, tem um alto nível de absorção do suor. Ele absorve cerca de 11% da água. A princípio isso até pode parecer bom, porém, essa água absorvida demora para evaporar, o que acarreta um peso maior na camiseta e uma sensação desagradável de umidade. Para quem corre longa distância, carregar qualquer tipo de peso extra, pode gerar um grande incômodo e até a perda de alguns minutos no tempo final da prova.

 

Já os tecidos sintéticos absorvem menos água. A poliamida, por exemplo, tem 4% de absorção, enquanto o poliéster é o tecido com menor absorção da água, cerca de 0,5%.

 

Além desses dados sobre absorção, é importante que a trama do tecido seja feita de forma que a água consiga sair mais facilmente. Na hora da criação dos fios e da confecção do tecido pode ser adicionado também produtos extras, que agregam ainda mais a roupa, como cápsulas de cheiro, ação bacteriostática (tratamento que evita cheiros e bactérias) entre outros.

 

Uma dúvida comum entre os corredores é: qual a diferença entre o poliéster e a poliamida? Além da capacidade de absorção, esses dois tecidos têm algumas diferenças:

 

Poliamida: foi o primeiro tecido produzido industrialmente, por volta dos anos 30. Seu toque é mais macio e se aproxima mais com o toque do algodão. É leve, seca rápido e tem boa resistência. No vestuário, a poliamida é mais usada para moda praia, íntima e roupas esportivas.

 

Poliéster: é um pouco mais áspero se comprado com a poliamida, porém, o seu baixo custo permite a confecção de roupas com um preço mais acessível. Também seca rápido, difícil de encolher e amassar. O poliéster é um pouco mais novo que a poliamida, criado por volta dos anos 50.

 

E aí já sabe qual é a camiseta ideal para sua corrida? No próximo post você vai saber como o tecido pode oferecer ainda mais vantagem para os atletas.  

Comentários