• Atletismo - Veja o que fazer para amenizar a hiperhidrose plantar ou suor no pé

Veja o que fazer para amenizar a hiperhidrose plantar ou suor no pé

O suor no pé não é sinal de problemas na saúde do atleta Foto: Arte/ Webrun

O suor no pé não é sinal de problemas na saúde do atleta Foto: Arte/ Webrun

A hiperidrose (HH) é uma condição caracterizada por aumento da transpiração excedendo o necessário para regular a temperatura normal do corpo. Cerca de 1% a 3% da população dos EUA tem hiperidrose.

O aumento da transpiração pode ocorrer devido à ansiedade, às bebidas com cafeína, à nicotina nos cigarros e até mesmo com os alimentos picantes. Esses alimentos não causam hiperidrose, apenas podem agravá-la. Certos tipos de calçados também podem aumentar a transpiração nos pés, mas isso não significa que o atleta tem problemas de saúde.

+ Se for pra suar que seja em uma prova, certo? Faça sua inscrição para a Iron Runner!

Quando há excesso de umidade em torno dos pés, a pele na parte inferior dos mesmos vai parecer molhada, branca e enrugada. A transpiração excessiva nos pés pode contribuir para o desenvolvimento do pé do atleta (frieiras), verrugas, bolhas, infecções e chulé (mau cheiro). O suor excessivo também pode fazer com que o pé tenda a deslizar sobre as sandálias ao caminhar ou outros tipos de calçado cuja sola seja lisa.

Os tratamentos incluem uma gama de soluções tópicas, geralmente contendo cloreto de alumínio 15%, iontoforese de água, as injeções de toxina botulínica e, em casos graves, cirurgia.

Para ajudar a controlar e evitar a transpiração (e o chulé) siga estas dicas:

– Use sapatos arejados (com ‘respiros’) feitos de lona, tapume ou malha.
– Areje seus sapatos após o uso colocando-os numa área bem ventilada.
– Reveze seus sapatos, ou seja, alterne o uso de seus sapatos em dias diferentes. Se não for possível, reveze pelo menos as palmilhas.
– Retire as palmilhas no final do dia para secar e ‘respirar’.
– Vá de calçado aberto durante o percurso do treino, trabalho, etc.
– Troque suas meias pelo menos uma vez durante o dia.
– Evite meias de algodão e meias de nylon. Escolha as de fibras leves ou meias de mistura de acrílico, que absorvem a umidade longe dos seus pés. O uso de meias com separadores é indicado porque evitam a propagação de fungos.
– Lave e seque bem os pés diariamente secando bem entre os dedos.
– Use Spray ou roll on antitranspirante antes de calçar seus sapatos.
– Verifique seus pés diariamente para avaliar infecção fúngica (muito comum entre os dedos e na unha). Descamação na planta dos pés e entre os dedos é um sinal clássico de fungo do pé. O aumento da umidade nos pés pode aumentar a chance de uma infecção fúngica.

+ Os melhores eventos do Brasil estão aqui. Confira!

Comentários

Tags:, , ,
Redação Webrun
Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade

NEWSLETTER