• Atletismo - Maratonista de ouro: conheça a história do recordista Eliud Kipchoge

Maratonista de ouro: conheça a história do recordista Eliud Kipchoge

Ele já correu as principais maratonas do mundo e bateu recordes em muitas delas, conheça a história do rei das maratonas Eliud Kipchoge

Eliud Kipchoge nasceu em Kapsisiywa (Quênia), no dia cinco de novembro de 1984. É um fundista campeão olímpico e mundial, especializado em provas de longa distância e vencedor das maratonas de Londres, Chicago, Berlim e Roterdã. Tem a terceira marca mais rápida do mundo para os 42 km e é considerado o maior maratonista da atualidade.

Foto: Athletics Weekly

Foto: Athletics Weekly

Mesmo assim, Kipchoge não leva a vida que muitos imaginam. Ele limpa banheiros, mora fora de casa e fica longe da família. Tudo para se manter motivado. É assim que o queniano explica a decisão de viver em um alojamento em vez de aproveitar o conforto da casa que possui em Eldoret, principal cidade do oeste do Quênia. Ele já é um milionário do atletismo, ganhou dinheiro vencendo maratonas de  alto nível, Campeonatos Mundiais, bonificações por duas medalhas olímpicas (nos 5.000 metros) e fechando patrocínios.

Para ele, no entanto, concentrar-se na Olimpíada Rio-2016 era tudo que importava. E isso só era possível vivendo no alojamento em uma pequena vila no Oeste do Quênia, onde limpa banheiros, cuida do jardim e prepara o jantar. Tais tarefas são compartilhadas entre todos que moram no local, sejam eles garotos, adultos sem patrocínio ou nomes consagrados como Kipchoge. Hoje o queniano se mantém motivado pensando em outros projetos como o mais recente Breaking2 em que, patrocinado pela Nike, ele tentou correr uma maratona em menos de duas horas. Seu tempo foi 2h00min25.

Participe da 15ª Travessia de Caiobá. Clique aqui e inscreva-se!

Em 2003, aos 19 anos, venceu o Campeonato Mundial Júnior de Cross-Country, atingindo um novo recorde mundial para categoria nos 5000m. Logo em seguida conquistou a medalha de ouro na prova uniforme do Campeonato Mundial de Atletismo de Paris, entre os adultos, derrotando o recordista mundial dos 1500m futuro bicampeão olímpico Hicham El Guerrouj, bem na linha de chegada.  No ano seguinte, ficou com uma medalha de bronze na prova nos Jogos de Atenas 2004.

Em 2007, conquistou uma medalha de prata no Campeonato Mundial de Osaka, no Japão. Nos 5000m de Pequim 2008, ganhou sua segunda medalha olímpica. Em 2012, estreou na distância dos 21 km em Lille, na França, correndo em menos de uma hora (59min25), chegando na terceira colocação.

No início de 2013 ele venceu a Meia Maratona de Barcelona e em abril fez sua estreia nos 42km, vencendo a Maratona de Hamburgo, com o tempo de 2h05min30, recorde do percurso alemão que se mantém até hoje, mais de dois minutos na frente do segundo colocado.

Foto: Sole Collector

Foto: Sole Collector

O ano de 2014 marcou o começo do domínio absoluto de Kipchoge nas mais importantes provas longas do mundo, venceu a Maratona de Roterdã (2h05), Chicago (2h04min11), Londres (2h04min42) e Berlim (2h04). Em 2016 tornou-se bicampeão de Londres, com 2h03min05, sua melhor marca pessoal e então, oficialmente, a terceira e mais rápida da história da maratona. Consagrou-se definitivamente nos Jogos Olímpicos da Rio 2016 ao vencer os 42km  com o tempo de 2h08min44.

Em 2017, Kipchoge participou do Breaking2, evento da Nike no autódromo de Monza, na Itália para divulgar mundialmente e lançar um novo tênis de corrida, o Nike Zoom Vaporfly Elite. A marca desafiou alguns fundistas profissionais a quebrar a barreira das duas horas (recorde mundial) de uma maratona usando o modelo.

Ao lado de vários pacers e Kipchoge, estavam também o recordista mundial da meia-maratona Zersenay Tadese, da Eritreia e medalhista de prata na Rio 2016 Lelisa Desisa, da Etiópia. No fim, Eliud atingiu o tempo de 2h00min25, ficando pouquíssimos segundos atrás do objetivo, mas mesmo assim fazendo o tempo mais rápido já registrado para uma distância de 42.195 km (não oficial).

Comentários

Tags:, , , , , , ,
Gabriel Gameiro
Estudante de jornalismo, que caiu no mundo dos esportes por acidente e com o tempo aprendeu a amar. Gosta do que faz e apesar de ainda não ser um corredor ama fazer spinning e cobrir corridas.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade

NEWSLETTER