• Corridas de Rua - Sol, sal e muito suor nos 21k Noronha 2018

Sol, sal e muito suor nos 21k Noronha 2018

Fernando de Noronha foi desbravada neste sábado (24). Corredores de todo o país e de fora do Brasil também se encontraram para participar da corrida mais bonita do mundo. Com entrega de kit na sexta (23), o clima da Ilha começou a ficar agitado e muitos atletas resolveram de última hora trocar a distância. Enquanto alguns viam a beleza do local e resolviam se arriscar no percurso mais longo, outros eram mais comedidos e resolveram voltar para os 8k que enfrentava também as subidas mais duras, mas com uma quilometragem menor.

 Foto: Christina Volpe/Webrun

Foto: Christina Volpe/Webrun

Kit entregue, simpósio feito às 17h30 no Museu do Tubarões e muita animação para os 21k e 8k, uma pancada de chuva forte deixou atletas receosos, já que não é comum chover nesta época na Ilha, mas a animação não diminuiu, principalmente do casal Susane Andrade e Celso Pinheiro, diretamente do Piauí eles correriam distâncias diferentes, mas a opinião sobre o evento estava bem parecida.

Área de descanso dos atletas Foto: Christina Volpe/Webrun

Área de descanso dos atletas Foto: Christina Volpe/Webrun

“Já corremos até fora do Brasil, mas dessa vez foi especial. Viemos em uma turma de 10 pessoas, da equipe 086, do professor Daniel França. Ele foi nosso motivador e valeu a pena. Esse lugar é sensacional, é exatamente o que eu imaginava, beleza e desafio juntos. Está perfeito e maravilhoso”, diz Susane.

O casal corredor Foto: Christina Volpe/Webrun

O casal corredor Foto: Christina Volpe/Webrun

Carolina Araujo trabalha com marketing na Caixa e veio principalmente pelo visual incrível da prova.”Essa energia da Ilha é maravilhosa, cheguei na Ilha e já achei todos muito receptivas e hospitaleiras. Corri de uma forma bem conservadora e aproveitando o lugar”.

Carolina, corredora e apaixonada pela Ilha Foto: Christina Volpe/Webrun

Carolina, corredora e apaixonada pela Ilha Foto: Christina Volpe/Webrun

Correndo forte

E o sabadão (24) com sol e tempo abafado, às 8h da manhã o relógio já atingia a marca de 30 graus, mas foi antes, às 7h15 que os atletas da meia maratona largaram rumo as curvas e ladeiras da Ilha. Com percurso considerado nada fácil pelos atletas, devido temperatura, altimetria e até areia fofa, os primeiros colocados da meia vieram super fortes e até teve recorde.

A primeira colocada foi Jaciane Correa, atleta pelo time Nike. Ela bateu o recorde do feminino (1h32min). “Minha primeira vez em Noronha e achei maravilhoso, o percurso descontraído, a paisagem incrível. Com certeza a parte da praia foi a mais difícil, a areia fofa era esperada eeu procurei me informar do percurso, então estava ciente, mas consegui fazer minha melhor meia maratona”

A campeã dos 21k Foto: Christina Volpe/Webrun

A campeã dos 21k Foto: Christina Volpe/Webrun

No masculino, o campeão foi Filipe Aragão, treinador da Assessoria Time, de Brasília. “A prova é fantástica, linda e incrível, mas quando você está fazendo força quase não consegue prestar atenção. Muito bem organizada, sinalização e hidratação super bem feitas. Foi duro, mas não extremo, nota 8 de dificuldade. Acho que a experiência com trilha faz toda diferença, além do treinamento de força, porque só ritmo de asfalto não segura as grandes subidas”.

Filipe, treinador e atleta, venceu os 21k Noronha

Filipe, treinador e atleta, venceu os 21k Noronha

A premiação acontece hoje (24) às 16h30, no Museu do Tubarão.

Comentários

Tags:, , , , ,
Christina Volpe
Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade