1900 – Jogos Olímpicos de Paris

Os Jogos Olímpicos de Paris foram confusos e tiveram uma organização discutível tanto que deixaram de lado o Barão Pierre de Coubertin que foi o idealizador dos Jogos.

Foi organizado em conjunto com a Exposição Universal e os esportes foram espalhados no tempo (durante vários meses) e locais diferentes. Na época os participantes não tinham consciência que estavam disputando os Jogos Olímpicos e alguns só tomaram conhecimento alguns anos mais tarde

Os 800 metros foi vencido pelo britânico Alfred Tysoe em 2:01:20 e os 1.500 metros por outro britânico Charles Bennet em 4:06:2 novo recorde mundial.

Deve ser registrado que dois americanos Grant e Cregan não competiram por motivos religiosos já que a prova aconteceu em um domingo. Até os Jogos de 1912 os 800 e 1.500 eram consideradas as provas de fundo na pista.

Foi corrida a prova 2.500 metros com obstáculos vencida pelo americano/canadense George Orton com 7:34:4

A Maratona teve uma controvérsia muito grande e foi uma loucura, pois foi realizada com a temperatura de 39ºC e teve a largada no Bois de Boulogne com chegada no mesmo local, com um péssimo percurso.

O percurso teve 40.260 metros e apenas oito dos dezenove concorrentes terminaram a prova.

O americano Arthur Newton achou que era o líder na metade do percurso levou um susto ao ser informado que terminara apenas em quinto lugar com o tempo de 4:04:12. Os americanos acusaram o campeão o francês Michel Teatho de cortar o percurso sobretudo devido ao excelente tempo para a época, 2:59:45, sendo seguido pelo francês Emile Champion com 3:04:17.

O terceiro colocado foi o sueco Ernst Fast com 3:37:14 que alguns consideram como o verdadeiro campeão da prova.

Pouco se fala ou comenta sobre esta maratona olímpica de 1900 devido às duvidas existentes quanto aos resultados.

Este texto foi escrito por: Sergio Coutinho Nogueira

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts