1912 – Jogos Olímpicos de Estocolmo

A organização dos Jogos de 1912 foi perfeita e reuniu mais de 2.500 componentes de 28 países.

A grande estrela dos jogos foi o americano de descendência índia Jim Thorpe, que venceu o decatlo e o heptatlo, ambas, com recorde mundial.

Jim Thorpe depois foi desclassificado por ter jogado profissionalmente beisebol entre 1909 e 1910, visto que na época, as regras de amadorismo serem severas.

Thorpe faleceu em 1953 e em 1982 o Comitê Olímpico Internacional (COB) restituiu as medalhas aos familiares de Thorpe.

O grande destaque nas provas de fundo foi o finlandês H. Kolehmainen que venceu os 5000 metros com 14:36.6, derrotando o francês J. Bouin com 14:36.7, isso, na primeira vez que os 5.000 metros foram incluídos em Jogos Olímpicos.

Kolehmainen, além de vencer estabeleceu o recorde mundial da distância.

Foi a primeira vez que era usada nos Jogos Olímpicos a cronometragem elétrica e, que estreou exatamente para decidir a final de uma prova longa como os 5.000 metros.

O vegetariano Kolehmainen venceu com grande facilidade a 1ª edição olímpica dos 10.000 metros com 31:20.8, além de ter vencido os 8.000 metros de Cross-Country e ter ganho medalha de prata por equipes no Cross-Country.

O finlandês Kolehmainem que iniciou a era dos “Finlandeses Voadores” bateu o recorde mundial dos 3000 metros, mas, não obteve medalha, pois era uma prova por equipes e a Finlândia não se classificou.

O brilho de Kolehmainen nas provas de fundo fez com que a maratona não tivesse o brilho e o destaque das edições anteriores, sendo o vencedor da Maratona o sul-africano K.Mc Artur com 2:36:53.

Os Jogos de 1912 ficaram marcados pelo índio americano Jim Thorpe e pelo brilhante desempenho do finlandês Kolehmainen.

Este texto foi escrito por: Sergio Coutinho Nogueira

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts