1920 – Jogos Olímpicos de Antuérpia

Em 1916 os Jogos Olímpicos que estavam previstos para Berlin não se realizaram devido à 1º Guerra Mundial e, os Jogos de 1920 foram conhecidos como os Jogos da Paz, pois, aconteceu apenas 20 meses após o final da Guerra e a escolha da Bélgica como sede foi por ter sido ela um dos Paises que mais sofreu com a guerra.

Precisa ser registrado que o Comitê Olímpico Internacional transferiu durante a Guerra a sua sede para Lausanne, devido, à neutralidade Suiça

Antuérpia, foi a cidade escolhida e os belgas demonstraram um grande espírito de dedicação e reconstrução para sediarem os Jogos que não contou com a presença da Alemanha, Áustria, Hungria , Bulgária e Turquia que haviam perdido a Guerra. Ainda assim 2.067 atletas de 29 Paises participaram das 21 modalidades, inclusive o Brasil que fazia sua estréia em Jogos Olímpicos.

A estréia brasileira não poderia ser mais auspiciosa pois Guilherme Paraense nos trouxe a medalha de ouro, conquistada no tiro fazendo 274 pontos em pistola livre rapida. O Brasil trouxe ainda medalha de prata com Afrânio Costa em pistola livre e de bronze em equipe de Revolver

Foi nos Jogos de Antuérpia que foi introduzido o juramento do atleta na cerimônia de abertura feito pelo belga Victor Dion, da esgrima

Nestes Jogos também foi usada pela 1ª vez a bandeira com dos 5 elos representando os 5 continentes.

O Havaiano Kohanamoku que havia ganho medalha de outro nos Jogos de 1912 voltou a vencer nos 100 e 800 nado livre.

O Atletismo como sempre foi o ponto alto dos Jogos e foi a 1ª aparição olímpica do grande fenômeno Paavo Nurmi da Finlândia

Nos 800 metros rasos o britânico de 31 anos, veterano da 1ª Guerra, Albert Hillvenceu com 153.4. O mesmo atleta venceu também os 1.500 metros com 4:01.8.

Nos 3.000 Steeple mais uma vitória britânica com Percy Hodge que fez 10:00.4

Naquele tempo se realizava uma prova de 3000 metros por equipes que foi vencida pela equipe dos USA com 10 pontos derrotando a equipe britânica que fez 20 pontos

Na prova de Cross Country quem brilhou foi o fenomenal Paavo Nurmi que completou os 8.000 metros em 27:15.00 derrotando o sueco Erck Backman com 27:17.6

Na competição de Cross por equipes a Finlândia de Paavo Nurmi conquistou a medalha de outro com 10 pontos seguindo da Grã Bretanha com 21

Nos 5000 metros o francês Joseph Guillemot , veterano da 1ª Guerra venceu o estreante Paavo Nurmi fazendo o tempo de 14:55.6 enquanto Nurmi completou em 15:00.0

Nos 10.000 metros Nurmi foi a forra e venceu com 31:45.8 superando Guillemot com 31:47.2. Uma curiosidade desta prova é que a mesma estava marcada para às 17:00 e acabou sendo antecipada para as 14:00 por solicitação do rei da Bélgica e dizem os franceses que esta mudança prejudicou seu atleta que não teve o tempo necessário de digestão.

Nurmi foi o grande herói dos Jogos de Antuérpia e apenas perdeu a sua 1ª prova a estréia em Jogos Olímpicos quando conquistou a prata, mas depois ganhou medalha de outro em Cross Individual e por equipes e ainda nos 10.000 metros.

Finalmente chegamos à Maratona corrida em 42.750 metros corrida com um tempo agradavel e fresco permitindo boas perfomances dos atletas e que chegassem em boas condições ao final. O grande campeão foi o finlandês Johannes Kolehmainem que em 1912 havia ganho as medalhas de ouro tanto nos 5.000 como nos 10.000 metros rasos e ainda o Cross Countryn individual.

Este texto foi escrito por: Sergio Coutinho Nogueira

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts