5 maneiras diferentes de aproveitar ambientes externos e treinar ao ar livre

5 maneiras diferentes de aproveitar ambientes externos e treinar ao ar livre
Foto: Freeletics

Se treinar ao ar livre ainda não é parte da rotina, agora é a hora perfeita de começar. Respirar um pouco de ar puro é um alívio e uma mudança de hábito, e a ciência mostra que sair ao ar livre também traz inúmeros benefícios.

Para Thomas Falda, especialista em treinos do Freeletics, de exercícios físicos e estilo de vida com uso de inteligência artificial, renovar o oxigênio durante o treino causa a liberação dos chamados “hormônios da felicidade”, como ocitocina, endorfinas e dopamina, e treinar ao ar livre pode dar impulso ao sistema imunológico. “Além disso, sair ao ar livre pode ajudar a superar um momento de estagnação nos treinos — seja físico ou mental”, destaca.

Do ponto de vista mental, se houver pouca motivação, treinar ao ar livre pode ser a mudança de ritmo necessária para voltar a querer que a próxima sessão de treino chegue logo. “Do ponto de vista físico, talvez seja necessário implementar equipamentos diferentes na rotina de treinos, e é possível fazer isso sem precisar de uma academia”, pontua Falda.

Pensando em ajudar quem quer adotar o hábito de treinar fora de casa e em ambientes abertos, o Freeletics reuniu algumas dicas para se exercitar ao ar livre e transformar o ambiente ao redor com ou sem equipamentos.

+ Confira aqui o seu calendário completo de corridas!

1. Bancos ou paredes baixas

5 maneiras diferentes de aproveitar ambientes externos e treinar ao ar livre
Foto: Freeletics

Onde muitas pessoas veem um simples banco ou uma parede baixa, há uma ferramenta de treino. “Entretanto, em primeiro lugar, é importante determinar se o objeto é capaz de suportar os exercícios para evitar lesões e aproveitas os treinos ao máximo.”, alerta o especialista.

2. Poste ou árvore

5 maneiras diferentes de aproveitar ambientes externos e treinar ao ar livre
Foto: Freeletics

Se o local de treino tiver uma árvore ou um poste robusto, é possível implementar facilmente alguns exercícios adicionais à rotina de treino.

Falda recomenda: “é preciso verificar se há bordas afiadas que possam danificar o elástico de resistência. Dica: enrolar uma toalha em torno da árvore para proteger o elástico de resistência (e a árvore).”

+ Siga o Webrun no Instagram!

3. Parede

Foto: Freeletics

Usar a parede de um edifício próximo, uma cerca estável, ou até mesmo uma estrutura grande é uma maneira de ter apoio suficiente para fazer variações de exercícios.

4. Barra de Pullup

Foto: Freeletics

Há muitas opções por aí, mas é preciso se certificar de que a barra consegue suportar o peso corporal com segurança.

5. Levar os equipamentos para fora

5 maneiras diferentes de aproveitar ambientes externos e treinar ao ar livre
Foto: Freeletics

Sabendo quais objetos podem servir como equipamentos, por que não levar alguns dos equipamentos mais leves para fora?

Corda de pular

É preciso certificar-se de que há espaço suficiente acima e ao redor. Evitar superfícies ásperas como concreto, pois elas podem danificar o cabo da corda.

Elásticos de resistência

Os elásticos de resistência podem ser usados em qualquer lugar. Eles podem ser ancorados em qualquer objeto estável, ou podem ser usados de forma independente. São a maneira ideal de adicionar resistência aos exercícios de peso corporal e levar os treinos ao próximo nível — até mesmo ao ar livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts