A importância do número de peito

Número de peito: item obrigatório para o corredor (foto: Harry Thomas Jr  Arquivo WebRun)
Número de peito: item obrigatório para o corredor (foto: Harry Thomas Jr Arquivo WebRun)

O número de peito é fornecido para a identificação do atleta, durante todo o transcorrer de uma prova.

Poderá ser de pano ou papel plastificado e, não deverá fica encoberto, pois a identificação do atleta pode ficar comprometida.

Podendo constar além do número, o nome do patrocinador ou organizador da prova.

No verso do número de peito sempre é interessante colocar informações sobre o atleta quanto a sua saúde como por exemplo se é diabético, alérgico a medicamento, nome convênio médico a qual é conveniado, qual hospital deverá ser encaminhado após os primeiros socorros e a quem entrar em contato (amigo, parente, hotel), caso aconteça algum problema com o corredor durante o evento.

No número poderá ser, ainda, agregado, contendo senhas, tíquetes para retirada de chip, camiseta, lanche ou guarda volume.

Nas provas em que não temos chip, pode-se colocar senha de cores diferentes, simbolizando cada cor uma determinada categoria, com isto terá uma classificação por categoria rápida e eficiente.

Exemplificando: número 10, terá uma senha 10 vermelha, o número 15, senha 15 verde, a senha vermelha é para a categoria 35 a 39 e a verde para a categoria 40 a 44. Neste caso, os números não poderão ser entregue-se de imediato a não ser que disponha de uma plastificadora no local. Antecipadamente não saberemos quanto teremos em cada categoria.

Outra solução é entregar o número no dia do evento e neste caso deverá toda uma infra-estrutura para a entrega dos mesmos.

Na chegada são colocados espetos para receber as senhas e em seguida vira-se o espeto e os últimos serão os primeiros, passa-se para uma folha já previamente preparada para cada categoria e vamos colocando os números de chegada, consulta-se a listagem, e assim temos a classificação.

O cuidado que deve ser tomado é o de não misturar as senhas.

Por que, não correr sem o número?

Pois os demais atletas pensarão que você não está inscrito (não concorrerá na classificação), usufruindo da infra-estrutura da prova e prejudicando os demais competidores e a organização do evento, poderá retira-lo da prova ou não permitir a entrada no funil de chegada.

Exemplo: Na 34ª Prova Gonzaguinha da Policia Militar, disputada na cidade de São Paulo, SP, o ganhador correu sem o número de peito, muito embora correndo com o chip. O segundo colocado acabou reclamando, mas. o resultado foi mantido pelos organizadores.

Este texto foi escrito por: Mario Rollo

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts