Amanhã começa os Jogos Sul-Americanos de Atletismo

meio-fundista paulista Juliana Paula Santos de Azevedo (foto: João Paulo da Cunha)
meio-fundista paulista Juliana Paula Santos de Azevedo (foto: João Paulo da Cunha)

Começa amanhã (01)Campeonato Sul-Americano de Atletismo Juvenil. A competição, para atletas com até 19 anos, corresponde, este ano, ao torneio de atletismo dos Jogos Sul-Americanos. As provas serão todas disputadas no moderno Estádio Olímpico do Pará, situado no Mangueirão, em Belém.

Mais de 200 atletas competirão, representando 11 países dez países da América do Sul, mais Antilhas Holandesas, que compete por participar dos Jogos Sul-Americanos.

A seleção brasileira, com 71 atletas, é a mais numerosa do torneio. E são do Brasil as duas principais atrações do Campeonato: a saltadora pernambucana Keila da Silva Costa (Olympikus/Santos Dumont-Caixa) e a meio-fundista paulista Juliana Paula Santos de Azevedo (BM&F Atletism-CAIXA). Keila, no salto triplo, e Juliana, nos 800m, ganharam a medalha de bronze no Mundial Juvenil, disputado em julho na Jamaica.

Keila, por sinal, já compete neste primeiro dia, a partir das 19:00. Ela é recordista sul-americana juvenil do triplo com 14,00, marca de 2001. Na Jamaica, ela ganhou bronze com um salto de 13,70. Segundo o treinador da atleta, Roberto Ribeiro de Andrade, “Keila está muito bem. Não sei se conseguirá repetir a marca do Mundial, mas ela é a favorita”, disse o treinador.

O programa da primeira rodada começa às 16:30. Além do triplo feminino, outras dez finais serão disputadas: lançamento do martelo feminino, salto em altura feminino, 3.000m feminino, lançamento do dardo masculino, 5.000m masculino, arremesso do peso masculino, 100m masculino, 100m feminino, 400m masculino e 400m feminino.

Uma disputa interessante também deve acontecer nos 5.000m masculino, entre os brasileiros Franck Caldeira de Almeida (Mangueira/RJ-Caixa) e Fernando Alex Fernandes (AA Maringá/PR-CAIXA). Franck foi o sétimo nos 10.000m na Jamaica e Fernando o quinto nos 3.000m com obstáculos.

Nos 100m masculino um dos fasvoritos é o brasileiro Bruno Nascimento Pacheco (Vasco da Gama/RJ-CAIXA). Nos 100m feminino, o grande nome também é do Brasil: Thatiana Regina Ignácio (BM&F Atletismo/SP-CAIXA). Ambos ficaram em quinto lugar no Campeonato Mundial.

Luís Eduardo Ambrósio será um dos representantes do Brasil nos 400m. No Mundial ele terminou em quinto lugar e bateu o recorde brasileiro, ao marcar 46.18.

Estádio Olímpico do Pará – Foi inaugurado com o Grande Prêmio Brasil de Atletismo, em 5 de maio deste ano. Na ocasião, mais de 40 mil pessoas foram ao estádio para ver as provas. A pista tem padrão internacional e deverá receber outras competições de atletismo no futuro, segundo integrantes do Governo do Pará e da CBAt.

Este texto foi escrito por: Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts