Após Maratona de Praga, Brasil tem mais 2 atletas com índice olímpico

Após a Maratona de Praga, disputada no último domingo (05/05) na República Tcheca, Vagner da Silva Noronha e Cruz Nonata passaram a integrar a lista de atletas brasileiros com índice olímpico para os 42 quilômetros do Rio de Janeiro. Ambos terminaram a prova na 11ª colocação, ele com 2h18min45 e ela com 2h41min09 respectivamente.

A janela de obtenção de índices foi encerrada e agora 13 homens e sete mulheres têm oficialmente os tempos mínimos exigidos, de 2h19 no masculino e 2h45 no feminino, um recorde no Atletismo nacional. Serão convocados pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) os três primeiros do Ranking Brasileiro, cujos resultados serão homologados ainda essa semana.

Apesar do índice, Cruz não conseguiu estar entre as três primeiras. Foto: Alexandre Koda/ Webrun Apesar do índice, Cruz não conseguiu estar entre as três primeiras. Foto: Alexandre Koda/ Webrun

Além de Vagner e Cruz, Marilson Gomes dos Santos, Paulo Roberto de Almeida Paula, Damião Ancelmo de Souza e Rosangela Farias também tentavam obter ou baixar suas marcas, mas não completaram a disputa. O vencedor da prova foi o queniano Lawrence Cherono, com 2h07min24, seguido pelos seus compatriotas Felix Kipchirchir, com 2h08min14 e Yego Solomon, com 2h08min31. No feminino as também quenianas Lucy Karini, Purity Cherotich Rionoripo Risper Chebet foram as melhores com 2h24min46, 2h25 e 2h27min23.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts