Atletas disputam Campeonato Juvenil em Maringá

Com 351 inscritos, recorde nos 42 anos e 32 edições do Campeonato, o Brasileiro de Juvenis será disputado no fim de semana 8 e 9 de junho em Maringá, Paraná. A competição, para atletas com até 19 anos, terá a participação de seleções de 19 estados e do Distrito Federal, o que se constitui também em recorde de equipes. O evento é seletivo para o Mundial da categoria, marcado Kingston, Jamaica, entre 16 e 21 de julho próximo. Os principais juvenis brasileiros vão competir em Maringá, inclusive os já qualificados para o Mundial da Jamaica, como Thiago Carahyba, Gustavo Gomes de Mendonça, Thatiana Ignácio e Fernando Alex Fernandes.

Thiago Carahyba (BM&F Atletismo) é um dos melhores juvenis do mundo, em suas três provas: 110m com barreiras, salto em distância e salto triplo. No salto em distância, ele ganhou a medalha de ouro no Mundial de Menores (até 17 anos), realizado em Debrecen, Hungria, em 2001. Carahyba ainda terminou em quarto lugar nos 110m com barreiras. Ele é favorito destacado para ganhar as suas provas em Maringá e favorito para garantir um lugar no pódio no salto em distância, na Jamaica. Ainda com 18 anos, este paulista de Guarulhos, treinado por Nélio e Tânia Moura, já apronta das suas. No Campeonato Ibero-Americano, disputado na cidade da Guatemala, em maio, ele ganhou bronze com 7,73, seu recorde pessoal.

Gustavo Gomes de Mendonça (TLC/MS), 17 anos, também esteve no Mundial da Hungria e ficou em sexto lugar no arremesso do peso. Ele está qualificado para o Mundial nas suas duas provas: arremesso do peso e lançamento do disco. Thatiana Ignácio (BM&F Atletismo), 18 anos, inscrita nos 100 e 200m, foi oitava na final dos 100m no último Mundial de Juvenis, disputado em Santiago, Chile, em 2000. Fernando Alex Fernandes (Maringá/PR), 18 anos, está inscrito nos 1.500m, 5.000m e 3.000m com obstáculos.

Outros atletas de primeira linha estão confirmados, caso do carioca Bruno Nascimento Pacheco (Vasco/RJ), nos 100 e 200m. Bruno fechou o revezamento da equipe B do Brasil, campeã do 4 x 100m no GP Brasil Caixa, em Belém, Pará, em maio. Outra grande campeã vem de Pernambuco: Keila da Silva Costa (Santos Dumont), de 19 anos. Ela vai disputar o salto em distância e o salto triplo. No triplo, é a terceira no ranking histórico da América do Sul, com 14,00, atrás apenas de Maurren Maggi (14,32) e Luciana Alves dos Santos (14,01). De São Paulo irá, ainda, Karla Rosa da Silva, de 17 anos, e já recordista brasileira absoluta do salto com vara, com 4,00.

Entre outros, são bons nomes também o brasiliense Bruno de Alcântara Góes (100 e 200m), a paraibana Jailma Sales de Lima (salto em altura), a amazonense Mônica Cássia de Lima (100 e 200m), os cariocas Frank Caldeira de Almeida (5.000 e 10.000m) e Raquel Camillo da Costa (400m e 400m com barreiras) e a gaúcha Rosângela da Silva (salto com vara).

São Paulo, com 103 atletas (67 homens e 36 mulheres) será a equipe mais numerosa, seguido pelo Rio de Janeiro, com 68 (33 homens e 35 mulheres). O Brasileiro de Juvenis foi disputado pela primeira vez em 1962 e até 1978 foi realizado a cada dois anos, passando a anual em 1980.

Podem disputar o Campeonato, segundo o regulamento da CBAt, os dez primeiros do ranking brasileiro de cada prova. Além destes, cada Federação estadual pode inscrever mais oito atletas cada. Responsáveis pela Confederação e pela organização do evento comemoram a inscrição de atletas de estados de todas as regiões do país, mesmo de estados mais distantes.

Até esta quarta-feira, 6 de junho, já haviam chegado à cidade as delegações de Amazonas, Minas Gerais e Brasília. A maioria dos atletas, porém, chegam esta sexta-feira. As competições começam no sábado, às 12:30, na pista da Universidade Estadual de Maringá. O técnico Luiz Alberto de Oliveira, um dos maiores especialistas em meio fundo do mundo e responsável pela equipe do Amazonas, acha que o “Campeonato terá bom nível técnico, principalmente porque os atletas estão chegando ao máximo de suas formas, neste início de alta temporada”.

Este texto foi escrito por: Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts