• Meia Maratona - Atletas estão prontos para a Meia Maratona do Rio

Atletas estão prontos para a Meia Maratona do Rio

Atletas com o presidente da IAAF ao centro (foto: Donata Lustosa/ www.webrun.com.br)
Atletas com o presidente da IAAF ao centro (foto: Donata Lustosa/ www.webrun.com.br)

Direto do Rio de Janeiro – O Mundial de Meia Maratona acontece nesse domingo (12) na capital carioca em paralelo com a meia da cidade. Ao todo os dois eventos devem reunir 15 mil pessoas de diversos países. Todos vão correr 21 quilômetros num belo percurso a beira mar. Os principais destaques da competição são os campeões do mundial Lornah Kiplagat e Zersenay Tadese.

Com bom humor e simpatia, Lornah chegou no Brasil na última segunda-feira e já se habituou com a cidade. Campeã da prova de 2006, quando esta teve 20 quilômetros e também de 2007, a atleta quer buscar mais um título e se tornar a maior vencedora feminina do mundial da IAAF.

“Espero que amanhã eu vença. Mas é um mundial e se qualquer atleta treinar forte, ele também terá chances de vencer”, diz. Esse ano Lornah, naturalizada holandesa, participou dos 10 mil metros de Pequim, mas não obteve o resultado esperado, ficou na oitava posição. Mesmo desapontada, Lornah revelou que prefere as provas de rua e que seu objetivo para 2009 são as maratonas.

Já o atleta da Eritéria, Tadase, não teve muita sorte para chegar no Rio. De acordo com ele, o seu visto foi negado de última hora e ele teve que parar na Alemanha para conseguir entrar no Brasil. “Cheguei no Rio hoje. Não tem embaixada brasileira no meu país. Falaram para eu tirar o visto na embaixada do Cairo. Mandei todos os documentos para lá, mas negaram o meu visto”, conta.

Mesmo com o contratempo, Tadese, afirmou que está pronto para encarar a prova. Mas antes disso, ele ainda pretende conhecer o percurso da prova.

Brasil – O destaque do Brasil na prova é Marílson Gomes do Santos. Campeão de Nova York 2006, o atleta fará sua segunda meia maratona do ano. “Treinei bem para a prova, mas é uma competição dura tenho que estar bem mentalmente amanhã para vencer, já que a prova será bem equilibrada”.

Indagado se o percurso, que possui algumas subidas, irá beneficia-lo, Marílson acredita que não. “Depois do resultado de Pequim, acredito que não existe mais esse tipo de vantagem”, conta.

Depois da Meia do Rio, o atleta irá participar pela terceira vez da Maratona de Nova York, que acontece no dia dois de novembro nos Estados Unidos.

Organizadores – Essa é a terceira vez que o Brasil sedia um mundial da IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo). Segundo Roberto Gesta de Melo, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, a competição de amanhã será mais uma prova que o Rio de Janeiro tem condições de sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

O Presidente da IAAF, Lamine Diack, também está no Rio de Janeiro para acompanhar de perto a competição. De acordo com ele, a IAAF está muito feliz de realizar um evento no Brasil exatamente 10 anos após o último campeonato da Associação, realizado em Manaus, no ano de 1998.

Este texto foi escrito por: Donata Lustosa

Comentários

Tags:, ,
Redação Webrun
Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade