Christina Volpe

Será que é a hora certa de correr sua primeira maratona?

Para muitos a maratona é o ponto alto da vida de um corredor e o dia de enfrentar os 42 quilômetros sem dúvida é marcante. Porém, ainda mais especial que o dia em si é o tempo de preparação, as semanas corridas, literalmente, as noites em que o longo tem que ser encaixado após uma carga horária de trabalho pesado, as recusas nos encontros com amigos, as restrições alimentares, entre outros fatos que só quem se desafia dessa forma sabe.

Mas, como todo evento importante, existe uma hora em que a moda pega e aparecem diversas pessoas dispostas apenas a seguir uma tendência. Com a maratona não foi diferente e corredor deve entender que em uma prova como essa a preparação mental e física é essencial. Afinal, não são apenas cinco quilômetros feitos em meia hora, mas sim um desafio para todos os músculos estimulados durante os 42 quilômetros.

A evolução gradual nas distâncias faz com que o corredor se acostume com novos desafios Foto: Focus Pocus LTD/Fotolia

O treinador Cauê Amorim, da assessoria 4any1, explica que o aspirante a maratonista deve ter completado de três a quatro meias maratonas antes de tentar algo mais longo. “Buscar um treinador é essencial para ter orientações e não sofrer com nenhum tipo de lesão. Os treinos devem ter muita qualidade para este tipo de prova”, conta.

A evolução gradual nas distâncias faz com que o corredor se acostume com novos desafios, adaptando seu corpo para uma maratona. “A maior dificuldade da preparação é manter a rotina regrada de treinos vinculados com a vida pessoal e trabalho”, explica Cauê. O corredor acaba perdendo alguns eventos para treinar no dia seguinte, ou mesmo para descansar. “Quem escolhe correr uma maratona pela primeira vez deve avaliar se consegue manter uma organização em sua vida”.

Para o futuro maratonista não desistir, o treinador indica que ele busque uma motivação especial para si mesmo, pois no momento em que a fraqueza vier, fixar-se naquele pensamento e seguir em frente certamente vai ajudar. “Antes de escolher seu próximo desafio, avalie se você está realmente preparado para enfrentá-lo e converse com um profissional”, finaliza Cauê.

Comentários

Christina Volpe
Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.