Baldini perde prova italiana para dois quenianos

Baldini até hoje nunca venceu a Scalata al Castello em anos ímpares (foto: Donata Lustosa/ www.webrun.com.br)
Baldini até hoje nunca venceu a Scalata al Castello em anos ímpares (foto: Donata Lustosa/ www.webrun.com.br)

Mais uma vez a tradição se confirmou e o italiano Stefano Baldini não conseguiu vencer em anos ímpares a Scalata al Castello, prova de 10 quilômetros que acontece em Arezzo. Vencedor em 2002; 2004 e 2006, o campeão olímpico da modalidade foi apenas o terceiro na noite de ontem, atrás de dois quenianos não muito conhecidos.

A prova tem 250 metros de ladeira acima e 250 metros de ladeira abaixo a cada volta de 830 metros e os homens correm 12 voltas e as mulheres seis. A prova masculina começou relativamente devagar, já que na metade do percurso os 12 líderes corriam na marca dos 15min05. A primeira ameaça de se tomar a ponta surgiu faltando quatro voltas para o final, com o marroquino Cherkaoui Laalami, que na volta seguinte não agüentou o ritmo e ficou para trás.

Nessa hora a liderança estava com Baldini e mais quatro quenianos, Natashon Rugut Kipngetich, Solomon Rotich, Julius Choge Kirwa e David Ngeny Cheruiyot. Na última volta todos pareciam estar na mesma passada e, nos 200 metros finais, dentre todos os sprints, Natashon foi o mais rápido, com 29min51, seguido por Solomon e Baldini, ambos com 29min52.

“Arezzo é um lugar que me dá sorte. Ano passado fui segundo na Meia Maratona que acontece em ladeira”, ressalta o campeão. Já o italiano, diz que o mais importante foi terminar sem problemas. “Ano passado corri melhor, mas o importante foi competir bem após a desistência na Maratona de Londres”. No próximo domingo (27) ele vai correr o Campeonato Italiano de Maratona, mas ainda não sabe se estará no mundial de Osaka.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts