• Bem Estar - Acupuntura: entenda sua história e benefícios

Acupuntura: entenda sua história e benefícios

Foto: Adobe Stock

acupuntura surgiu na China há mais de 5 mil anos, embora práticas semelhantes tenham sido encontradas em outros povos antigos como egípcios, sumerianos, persas, nas civilizações maia e asteca, nas populações africanas e na medicina popular dos diferentes povos da Europa. A partir do século XVII a acupuntura e a moxabustão passaram a ser praticados em países vizinhos em países vizinhos como Japão, Coréia, Tibete e Indochina. Também nessa época a acupuntura passa a ser conhecida na Europa introduzida por jesuítas e viajantes que vinham do Extremo Oriente. No início do século XX a França tornou-se grande escola de acupuntura. Nos Estados Unidos, a prática da acupuntura iniciou-se após a década de 70.

O que é acupuntura?

acupuntura (do latim acus – agulha e punctura-punção ou colocação) é o meio terapêutico pelo qual, mediante a inserção de agulhas em determinados pontos do corpo, são feitos a introdução, a mobilização, a circulação e o desbloqueio da energia, além da retirada das energias perversas, levando a uma harmonização energética do indivíduo a fim de restaurar e manter a saúde. Baseia-se na Medicina Tradicional Chinesa.

A moxabustão ou moxaterapia consiste em aquecer os pontos de acupuntura pela queima de ervas medicinais. Baseia-se também na Medicina Tradicional Chinesa.

A Medicina Tradicional Chinesa é uma combinação da prática de acupuntura, da moxabustão e da farmacologia natural. Constitui um vasto campo de conhecimento, de origem e de concepção filosófica, baseia-se na observação dos fenômenos da Natureza e no estudo e compreensão dos princípios que regem a harmonia nela existente. Na concepção chinesa, o Universo e o Ser Humano estão sob as mesmas influências, sendo este parte integrante do Universo como um todo. Desse modo, observando-se os fenômenos que ocorrem na Natureza, pode-se por analogia estendê-los à fisiologia do corpo humano, pois nele se reproduzem os mesmos fenômenos naturais.

+ Garanta sua vaga na Asics Golden Run!

Acupuntura e sistema nervoso

A difusão da Medicina Tradicional Chinesa para o Ocidente despertou a curiosidade de pesquisadores que passaram a questionar a participação de estruturas orgânicas nos mecanismos de ação da acupuntura. Diversas pesquisas científicas foram realizadas e evidenciou-se uma relação íntima entre a acupuntura e o sistema nervoso central e periférico.

Os estudos compararam as estruturas microscópicas que existem nos pontos de acupuntura à parte da pele vizinha ao ponto e encontraram nos pontos de acupuntura: numerosas terminações nervosas livres e encapsuladas (com receptores de pressão, de temperatura e principalmente de dor ), relações com os nervos periféricos, nervos periféricos superficiais, maior número de vasos arteriais e capilares sanguíneos, conexões neuromusculares, ponto de bifurcação de nervos periféricos, linhas de junção dos ossos do crânio e grande concentração de mastócitos (células de defesa do organismo).

Como é a atuação da acupuntura?

Atualmente são aceitos três mecanismos de ação da acupuntura: energético, humoral e neural. Todos atuando de forma simultânea.

O mecanismo energético, baseado na Medicina Tradicional Chinesa define que a estimulação adequada dos pontos de acupuntura localizados nos meridianos leva a uma harmonização energética e funcional dos Órgãos e Vísceras e de todo o corpo. Estímulos prolongados e intensos de pontos de acupuntura levam a uma analgesia local.

O mecanismo humoral refere-se à produção de substâncias, como neuro hormônios, neurotransmissores e hormônios que são secretados no sangue por ação da acupuntura. O sistema nervoso central participa indiretamente determinando a liberação de substâncias no sangue, como os hormônios por exemplo, após um estímulo periférico (terminações nervosas da pele) do ponto de acupuntura. A transmissão dos efeitos da acupuntura da gestante ao feto é um outro exemplo de mecanismo humoral.

O mecanismo neural decorre do estímulo dos receptores nervosos da pele, originado pela inserção de agulha. Diferentes receptores nervosos da pele são estimulados e isso explica múltiplos efeitos observados. Essa estimulação nervosa periférica transmite-se ao sistema nervoso central com liberação de diferentes neurotransmissores que podem aumentar ou diminuir impulsos nervosos a depender da intensidade do estímulo, da frequência, da profundidade, da inclinação da agulha e do sentido do movimento giratório da agulha se horário ou anti-horário. A inserção da agulha no ponto de acupuntura pode provocar reações sensitivas diversas, como dor, choque ou queimação, que podem ser simultâneas e isso decorre do estímulo de diferentes receptores nervosos locais.

Quais benefícios pode oferecer? 

A acupuntura pode ser uma grande aliada no combate à dor devido ao seu efeito anti-inflamatório e analgésico. Ela ajuda na prevenção de lesões e no tratamento de problemas emocionais , que são capazes de influenciar no desempenho de qualquer atleta. Além disso, as agulhas também são eficientes nas dores localizadas. Isso porque a técnica promove a produção de endorfina (que está relacionada ao prazer e à diminuição da dor) e ao mesmo tempo à diminuição do cortisol, que é o hormônio do estresse. Dessa forma,  o sistema nervoso é estimulado a partir dos pontos onde as agulhas são colocadas, o que gera respostas positivas no tratamento de diversas patologias.

Paralelo a isso, a acupuntura também aumenta a resposta da testosterona, hormônio responsável pelo crescimento de massa muscular e força, aumento da densidade e da força óssea, benefícios bem vindos na vida de quem tem uma vida ativa e pratica esportes.

+ Clique aqui e escolha seu próximo desafio na corrida!

 

Comentários

Tags:, ,
Redação Webrun
Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade