Saiba de uma vez por todas os benefícios do exercício

Foto: Adobe Stock

Em tempos de sedentarismo, nada é mais importante do que discutir os benefícios do exercício físico. Com o desenvolvimento de tecnologias, deixamos de subir escadas para pegar elevadores, de levantar para trocar o canal da TV para utilizar o controle remoto, de caminhar pelo bairro para dar um pulinho na padaria de carro. Desta forma, a vida moderna nos prejudica de maneira dupla. Primeiro porque nem sempre nos sobra tempo para a prática de exercício, acarretando no sedentarismo. E segundo porque criamos nossos hábitos pela lei do menor esforço, resultando também no comportamento sedentário. Dois conceitos diferentes, mas intimamente ligados.

Já discutimos aqui quais as recomendações internacionais para a prática de exercícios. Mas quais são exatamente os benefícios do exercício físico? Infelizmente, não será possível descrever todos eles num único espaço do nosso blog, mas a lista vai da melhora da autoestima até a prevenção de alguns tipos de câncer.

Para ser mais específico, é comprovado que a prática regular de exercício previne principalmente contra câncer de mama e de intestino. Além disso, é descrito como um provável efeito na prevenção contra câncer de endométrio, de pulmão e de próstata. Diversas doenças crônicas – que têm em comum o sedentarismo como fator de risco –
podem ser prevenidas e até tratadas com o exercício físico. A lista vai desde diabetes, obesidade e hipertensão arterial até osteoporose, dislipidemia, síndrome metabólica, depressão e ansiedade. Sem falar no gasto calórico e no consequente ganho de massa muscular e perda de gordura que uma boa combinação de exercício de força e aeróbio
é capaz de fazer!

+ Clique aqui e confira o calendário completo de corridas de rua!

Para crianças e adolescentes, o exercício não só traz benefícios para o sistema cardiorrespiratório como contribui para o crescimento e desenvolvimento do jovem ativo. A criança, por exemplo, passa por mais experiências de socialização, aprende a cumprir regras e a reconhecer os diferentes tipos de pessoas e habilidades, além de se
divertir praticando exercício na forma de brincadeiras.

Já na população idosa, os benefícios vão muito além da prevenção e do tratamento de doenças crônicas como hipertensão e diabetes. O exercício de força e de equilíbrio podem também tratar a osteoporose e reduzir o risco de quedas, o grande responsável pela perda de qualidade de vida nesta faixa etária. Afinal, geram como consequências fraturas, aumento da dependência, limitação de movimento e internações.

Por fim, a prática de exercício melhora o raciocínio, a memória e a qualidade do sono, funções vitais do nosso organismo para encararmos a vida moderna e corrida dos dias de hoje. Mais ainda, o compromisso com um programa de treinamento é capaz de nos ensinar disciplina e resiliência. Afinal, torna-se necessário focar nos treinos, na alimentação e no sono para estar sempre evoluindo. Sem contar no malabarismo e na força de vontade para lidar com imprevistos. Assim, priorizamos a saúde ao invés do comportamento sedentário.

E você? Precisa de mais razões para começar?

Saúde sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Débora Reiss

Débora Reiss

A Dra. Débora Reiss é Médica do Esporte pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). Tem o título de Especialista em Medicina Esportiva pela Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) e é pós-graduada em Atividade Física para Prevenção, Tratamento de Doenças e Promoção de Saúde do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). A profissional é médica do departamento de esportes competitivos do Clube Paineiras do Morumby, responsável pela equipe de Natação; e também médica coordenadora do Futebol Social do São Paulo Futebol Clube.

Ver todos os posts