10 dicas para correr no exterior

Decidiu que é hora de correr no exterior e não tem a mínima ideia de como começar a planejar isso? Aqui você vai encontrar 10 dicas que vão ajudá-lo a programar a prova dos seus sonhos para a temporada que está por vir.

Maratona de Chicago acontece no segundo semestre e é uma boa opção para recordes e iniciantes na distância (Foto: Fernanda Paradizo)

Maratona de Chicago é plana e boa para iniciantes (Foto: Fernanda Paradizo)

1. Estabeleça sua prova o quanto antes. Não existe nada melhor do que ter um foco, com data marcada, para ajudá-lo a ter a determinação necessária para encarar o dia-a-dia dos treinamentos visando um objetivo.

2. Na hora da escolha da sua corrida, tenha em mente que primavera, outono e até inverno, daqueles não muito rigorosos, são os melhores climas para correr no exterior, principalmente na Europa e na América do Norte. São climas perfeitos para quem quer estrear nos 42 km ou nos 21 km e ideais para quem busca boas performances e recorde pessoal. Os meses de março e abril e depois setembro, outubro e novembro possuem excelentes corridas no exterior.

3. Se quer correr para tempo, não basta apenas a temperatura ser agradável. Procure uma prova rápida, com predomínio de planos e sem muita variação de altimetria. Se prefere provas mais populosas, vá nas tradicionais, que tem uma quantidade grande de corredores e grande público torcendo nas ruas.

4. Se não tem tempo para viajar para muito longe e não quer correr no Brasil, uma maratona ou meia maratona na América do sul pode ser uma boa, já que você não vai gastar muitos dias com a viagem e os valores costumam ser bem mais acessíveis.

5. Para escolher a prova, procure saber todos os detalhes sobre como se inscrever e quais são os métodos possíveis para a prova escolhida: pela internet, diretamente no site oficial, pelo sistema de loteria, por índice de faixa etária ou pelas agências oficiais? As Majors Marathon (Tóquio, Boston, Londres, Berlim, Chicago e Nova York) são as mais concorridas e devem ser programadas com muita antecedência para não correr o risco de ficar de fora, seja qual for o método de inscrição. Fique de olho nas datas.

Maratona de Paris: correr no exterior (Foto: ASO/A.Vialatte)

Maratona de Paris: uma das melhores opções para correr na Europa (Foto: ASO/A.Vialatte)

6. Escolheu a prova e já garantiu sua inscrição? Então é hora de cuidar da sua viagem. Se optou por uma agência oficial, não terá muitos problemas, já que os pacotes dessas agências já são previamente programados e você terá alguém cuidando disso para você. Mas, se resolveu fazer tudo por conta própria, cada detalhe da viagem merece atenção especial.

7. Na hora de planejar seu voo, procure não fazer voos cansativos, daqueles que demoram 18 horas ou mais para chegar ao local e vão pingando de cidade em cidade. Tudo bem que estes tickets são bem mais em conta, mas será que a economia vale? Se isso fizer muita diferença no seu orçamento, faça um planejamento para chegar com antecedência e dar tempo de descansar da longa viagem antes da corrida.

8. Dizem que para cada hora de diferença de fuso horário você precisa de um dia a mais na cidade para minimizar os efeitos do jet lag. Seguindo essa regra, considere o seguinte: para Europa, calcule chegar 4 ou 5 dias antes. Para os EUA, 3 dias são suficientes. Em viagens mais curtas, como para a Argentina, programe-se para chegar na sexta-feira.

10. Tenha muito cuidado na escolha do hotel e não economize na hospedagem, principalmente se você é inexperiente em correr no exterior. O melhor é ficar perto de onde é a largada e/ou chegada da prova para facilitar a locomoção e não colocar em risco sua corrida. Se precisa economizar com hospedagens mais baratas, o ideal é fazer isso depois da prova.

Comentários

Conexão Corrida
Fernanda Paradizo é jornalista e fotógrafa esportiva.Viaja pelo mundo para cobrir provas internacionais e é corredora desde 1993, com 9 maratonas completadas. Seu trabalho já rendeu várias reportagens de capa em revistas, muitas coberturas especias de corrida, triathlon e atletismo e até fotos expostas no Museu da Cidade de Nova York. Aqui, no Conexão Corrida, ela vai escrever sobre maratonas e corridas ao redor do mundo, compartilhar suas experiências de viagem e dar dicas para quem adora viajar para correr. Instagram: @fparadizo

Posts do Autor

Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade