Brasil comemora bicampeonato sul-americano indoor de atletismo

O Brasil comemorou o título de bicampeão sul-americano indoor de atletismo na cidade boliviana de Cochabamba, no domingo (20/2). Ganhou o título da 2ª edição do torneio ao somar 159 pontos – também levou o título no masculino, com 89 pontos, e no feminino, com 70 pontos. A Bolívia, país-sede – que tem a única pista coberta oficial certificada pela World Atlhetics na América do Sul – foi vice-campeã, com 106 pontos, seguida da Venezuela, com 64.

A seleção brasileira, que levou uma equipe completa, com dois atletas por prova e gênero, ganhou 36 medalhas (16 de ouro, 10 de prata e 10 de bronze), após dois dias de disputas.

E na última etapa da competição teve resultados relevantes. O mineiro Rafael Pereira (Clã Delfos-MG) venceu os 60 m com barreiras, com 7.58 – correu a marca – que é recorde sul-americano – pela quarta vez na temporada.

Outro recorde sul-americano veio com o ouro de Darlan Romani no arremesso do peso, com 21,71 m – ratificou mais uma vez o índice para o Mundial Indoor de Belgrado, Sérvia, de 18 a 20 de março.

O catarinense de Concórdia melhorou o seu próprio recorde anterior no arremesso do peso indoor, que era de 21,37 m, obtido em Birmigham, em 2018. Também é o recordista do continente ao ar livre (22,61 m) e vai para o seu terceiro Mundial, em Belgrado, depois dos quartos lugares em Portand-2016 e Birmigham-2018.

Felipe Bardi (Sesi-SP) levou o título sul-americano nos 60 m, em sua estreia numa competição indoor, com 6.62, marca que além de valer o ouro foi índice para o Mundial Indoor – superou em um centésimo os 6.63 fixados pela World Atlhetics.

+ Siga o Webrun no Instagram!

Brasil comemora bicampeonato sul-americano indoor de atletismo
Foto: CBAt

Todas as medalhas do Brasil:

Ouro
Felipe Bardi – 60 m – 6.62
Rosangela Santos – 60 m – 7.24
Tabata Vitorino de Carvalho – 400 m – 54.81
Lucas Carvalho – 400 m – 46.85
Ketiley Batista – 60 m com barreiras – 8.41
Rafael Pereira – 60 m com barreiras – 7.58 (*)
Alexsandro Melo – triplo – 16,52 m
Gabriele dos Santos – triplo – 13,89 m
Thiago Moura – altura – 2,22 m
Sarah Suelen Freitas – altura – 1,79 m
Augusto Dutra – vara – 5,50 m
Isabel Demarco Quadros – vara – 4,10 m
Livia Avancini – Peso – 17,52 m
Darlan Romani – Peso – 21,71 m (*)
Raiane Vasconcelos Procópio – Pentatlo – 3.921
Felipe dos Santos – Heptatlo – 5.799 pontos
(*) recorde sul-americano indoor

Prata
Vitória Rosa – 60 m – 7.25
Liliane Barbosa Parrela – 400 m – 55.37
Jaqueline Beatriz Weber – 800 m – 2.18.58
Eduardo Ribeiro – 800 m – 1.52.40
Ederson Vilela Pereira – 3.000 m – 8.40.96
Gabriel Constantino – 60 m com barreiras – 7.72
Almir Júnior – triplo – 16,59 m
Arielly Rodrigues – altura – 1,73 m
Abel Curtinove – vara – 5,05 m
William Venâncio – peso – 19,83 m

+ Faça sua inscrição para sua próxima corrida de rua aqui!
+ Participe de um desafio virtual.

Bronze
Pedro Burmann – 400 m – 47.40
Guilherme Kurtz – 800 m – 1.52.40
Jaqueline Beatriz Weber – 1.500 m – 4.49.42
Guilherme Kurtz – 1.500 m – 3.57.58
Elisângela Ferreira – 3000 m – 11.40.68
Eliane Martins – distância – 6,23 m
Samory Uiki – distância – 7,82 m
Juliana De Menis Campos – vara – 3,80 m
Milena Sens – peso – 15,59 m
José Fernando Santana – heptatlo – 5.489 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carolina Abrantes

Carolina Abrantes

Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.

Ver todos os posts