• Meia Maratona - Brasileira vence primeira edição da Meia Maratona das Geleiras

Brasileira vence primeira edição da Meia Maratona das Geleiras

A bela paisagem compensou as dificuldades (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br)
A bela paisagem compensou as dificuldades (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br)

Direto de El Calafate (ARG) – No último sábado (14/04) cerca de 300 corredores se reuniram na cidade de El Calafate, na Argentina, para a disputa da Meia Maratona do Glaciar (Meia Maratona das Geleiras). Apesar da maciça presença de atletas da casa, a vitória entre as mulheres ficou com uma brasileira, Milena Maria Cantadori, enquanto no masculino Martin Ñancucheo (ARG) foi o melhor.

O sol começou a dar as caras a partir das 8h, mas o tempo nublado e chuvoso fez a temperatura cair no momento da largada, às 11h, no Parque Nacional Los Glaciares. Assim que autorizados, os atletas começaram a prova numa subida leve e nos primeiros metros Milena tomou a dianteira sem se preocupar com as adversárias que vinham atrás.

Após a primeira metade da prova havia um retorno e, conforme ela passava pelos corredores amadores que seguiam no sentido contrário, recebia incentivos e gritos de “você é a primeira”, “vamos lá”, “força”, entre outras exclamações. Por fim, ela cruzou a linha de chegada com o tempo de 1h46min31, seguida pela americana Colleen Rose Derry (1h46min48) e pela argentina Maria Emilia Barnetche (1h49min02).

“Foi uma corrida muito gostosa e gratificante, mas ao mesmo tempo muito difícil por conta da chuva e do frio”, conta a campeã que veio de São João da Boa Vista, interior de São Paulo. “Desde que assumi a liderança passei a correr forte, pois não sabia onde as outras corredoras estavam”, completa.

A vice-campeã, Collen, que está fazendo um tour pela América do Sul, chegou a El Calafate na quinta-feira (11/04) e, assim que soube da prova, correu para se inscrever. “Foi uma corrida muito divertida, pois as pessoas são muito legais, tanto os corredores, quanto os organizadores”, relata a americana. “O percurso foi difícil, mas não impossível. Corro há cinco anos, gosto de maratonas, e essa foi minha primeira meia”, completa a californiana.

Ela diz ainda que tem como meta correr uma maratona em cada continente. “Já corri na Ásia, América do Norte, Europa e em Santiago do Chile, há duas semanas”. Amante também dos esportes de aventura, ela aproveitou os últimos dias na região e viajou à cidade de El Chaten para escalar uma montanha.

A terceira colocada, Maria Emilia, disse que não tinha a menor preocupação em chegar ao pódio. “Foi uma prova fascinante, principalmente pela oportunidade de correr num local tão bonito quanto este”.

Homens – Entre os homens após o começo da prova os argentinos Martin Ñancucheo e Edgardo Laly Gonzalez tomaram a dianteira e passaram a se revezar na liderança, com uma distância muito pequena entre eles. Os dois treinam juntos no dia a dia, mas ao final quem levou a melhor foi Martin, como o tempo de 1h12min59, seguido por Edgardo com 1h14min39 e o também argentino David Veuthey, com 1h15min56.

“Foi minha primeira vez por aqui e achei o local lindo”, relata o campeão. “A prova foi bem disputada com meu companheiro de equipe e também estou feliz por ele ter conseguido o segundo lugar. Sempre entramos juntos nas provas e dessa vez tive a felicidade de vencer”, completa.

Já para o vice-campeão, Edgardo, os desníveis do percurso o deixaram bastante seletivo. “O último quilômetro foi bem complicado, mas agradeço ao Martin que me ajudou e fomos premiados com essas colocações”. Ele promete voltar ano que vem mais treinado para vencer.

A primeira edição reuniu 300 corredores, incluindo os participantes da corrida de dez quilômetros, mas segundo os organizadores esse número pode aumentar nos próximos anos e chegar a pelo menos 600, o que seria o limite técnico suportado pelo Parque.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda

Comentários

Tags:, , ,
Redação Webrun
Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade