Brasileiro Alan Fonteles supera Pistorius e é ouro nos 200m em Londres

Alan chegou ao primeiro lugar nos metros finais (foto: Fernando Maia/CPB)
Alan chegou ao primeiro lugar nos metros finais (foto: Fernando Maia/CPB)

A final dos 200m dos Jogos Paralímpicos de Londres foi emocionante para a classe T44 (amputados) neste domingo (02/09). O brasileiro Alan Fonteles superou o astro sul-africano Oscar Pistorius e ficou com a medalha de ouro ao marcar 21seg45 contra 21seg52 do adversário.

Alan não teve uma boa largada e precisou de uma prova de recuperação após chegar aos 100m na terceira posição. Ele teve energias para ultrapassar o segundo colocado, o sul-africano Arnu Fourie e só conseguiu o êxito em cima de Pistorius nos metros finais.

“Muitos me diziam que Pistorius era imbatível, que era de outro planeta, mas mostrei que isso não é verdade, que posso também dar o meu melhor”, comenta o brasileiro. “Isso significa muito para mim, significa quebrar barreiras e que nada é impossível. Sempre sonhei com isso e hoje entrei para a história das Paralimpíadas”.

Polêmica – No dia anterior houve uma forte polêmica entre os dois atletas, já que o sul-africano criticou as novas próteses do brasileiro. Segundo Pistorius, seu rival está mais alto do que em outras competições que os dois se encontraram, graças ao aumento do tamanho das próteses, o que é permitido pela regra.

De acordo com o treinador da delegação nacional de atletismo, Ciro Winckler, Alan evoluiu ao longo dos anos no esporte e, por isso, precisava de novas próteses. Ainda segundo o dirigente, ele competia em desvantagem em relação aos adversários, mas por estar mais alto pode competir de igual para igual.

“Estou dentro das regras. Isso é resultado de treino. Não existe colocar duas próteses e sair correndo. Eu não sou azarão, treinei para esse tempo”, relata Alan, que ainda vai correr os 100m, 400m e o revezamento 4x100m. “Para os 100m eu estou confiante de conseguir pódio, quem sabe o ouro. Mas é uma prova que está muito forte”, enfatiza o paraense radicado em São Paulo.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts