Brasileiro morre depois da Maratona de Nova York

No último domingo (02) o brasileiro José Carlos Gomes faleceu na Maratona de Nova York após completar a prova. Segundo informações da organização do evento, o atleta de 58 anos cruzou a linha de chegada, passou mal e, após o primeiro atendimento no local foi encaminhado para um hospital de Manhattam, onde faleceu.

De acordo com o diretor de relações públicas da Maratona de Nova York, Richard Finn, o laudo médico com a causa da morte do brasileiro ainda não foi divulgado. Desde 1994 a Maratona de Nova York não havia registrado casos de morte na prova. “A maratona de Nova York é uma celebração do espírito humano. Mais de 38 mil pessoas terminaram a prova de ontem. Infelizmente ele não pôde comemorar”, relata Finn.

Morador de São Paulo, José Carlos era funcionário da empresa SulAmérica Seguros há 31 anos. Desde 2006 ele fazia parte do projeto “Atletas SulAmérica”, que proporcionava treinos de corrida para os funcionários com a assessoria esportiva Run&Fun. Ele e mais quatro brasileiros da empresa correram a Maratona de Nova York.

Segundo a assessoria de imprensa da SulAmérica, José Carlos não tinha nenhum problema de saúde. Isto porque, antes de correr Nova York, ele foi submetido a uma série de exames clínicos. Em todos esses exames não houve restrições para a prática de corrida.

Estrutura da prova – Segundo Richard Finn, a Maratona de Nova York desse ano contou com dois mil médicos e 40 tendas de atendimento ao longo da prova, sendo oito após a linha de chegada.

“A prioridade número um da maratona é a segurança de todos os corredores. Apesar de toda equipe e estrutura, perdemos um atleta. Vamos rever todos os nossos procedimentos médicos para prevenir o que aconteceu”, conta Finn.

Ainda de acordo com o diretor de relações públicas, a Maratona de Nova York não exige exame médico dos inscritos, porém, eles informam os atletas sobre a necessidade de consultar o médico antes de correr, também informam sobre a importância do treinamento e da necessidade de prestar atenção no corpo durante a prova.

O Consulado brasileiro já foi notificado sobre a morte de José Carlos e prestará assistência à família assim como a Maratona de Nova York.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda e Donata Lustosa

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts