Britânica é punida por faltar a testes de doping

Christine Ohuruogu, atleta britânica que disputa provas de 400 metros recebeu uma punição de 12 meses por faltar a três testes antidoping, realizados fora do ambiente de competição. Ela recorreu da decisão, mas recebeu uma resposta negativa da Corte Arbitrária do Esporte e disse que ficou um tanto quanto surpresa. Ela deve ficar afastada até seis de agosto desse ano.

“Estou atordoada com essa decisão. Espero que outros atletas honestos não sejam prejudicados com essa posição devastadora”, declarou à imprensa do Reino Unido. Ela admitiu ter faltado aos testes, mas afirma que apenas “esqueceu” das datas.

Essa punição pode deixá-la fora dos jogos olímpicos de Pequim, em 2008, já que a Associação Olímpica Britânica impõe como punição o afastamento definitivo para os atletas acusados de doping. De acordo com um porta voz da corredora de 22 anos, ela vai esperar a “poeira baixar” antes de tentar algum contato com a organização.

Os advogados dela argumentam que a sentença para casos parecidos em outros esportes não é tão rigorosa, como no caso do triathleta Tim Don, que recebeu pena de três meses pela mesma acusação que Ohuruogu. Porém, a Corte parece não se abrandar. “A suspensão foi considerada apropriada e não deve ser contestada”, informou um representante da entidade à imprensa internacional.

Ela vem treinando fora do Reino Unido e pode ter uma chance de ser uma das selecionadas para competir no Mundial de Atletismo, que começa em 25 de agosto em Osaka, Japão. “Vamos fazer de tudo para colocar a carreira dela nos trilhos novamente”, comentou Ed Warner, presidente da Associação de Atletismo do Reino Unido.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts