Campeã da São Silvestre retorna para tentar o bi

Assim como no masculino, a participação das mulheres na 96ª Corrida Internacional de São Silvestre promete ser bastante acirrada. O primeiro nome da relação de candidatas estrangeiras ao topo do pódio feminino no dia 31 de dezembro é uma das campeãs da Prova. A queniana Sandrafelis Chebet, vencedora em 2018, volta ao país para tentar sua segunda conquista.Ela será, sem dúvida, um dos obstáculos das corredoras brasileiras para acabarem com o jejum de títulos da São Silvestre que dura desde 2006, quando Lucélia Peres conquistou o título. Vale ressaltar que todos os atletas estrangeiros deverão cumprir todas as regras sanitárias do país.

Sandrafelis é mais um dos destaques do atletismo africano, com resultados expressivos em pista e nas provas de rua. E ela chega ao Brasil com boas marcas o que ratificam sua condição de uma das grandes atrações. No segundo semestre de 2021, ela venceu duas meias maratonas, a Ijebu Heritage Half Marathon, em julho, e a Edreams Mitja Marato Barcelona, em outubro, além do terceiro lugar na EDP Lisboa Half Marathon Elite Events, com 1h08min14seg, em março, em Portugal.

+ Siga o Webrun no Instagram!

Campeã da São Silvestre  retorna para tentar o bi
Sandrafelis, Campeã da prova feminina da 94ª Corrida Internacional de São Silvestre 2018, nas ruas da capital paulista. 31/12/2018, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Os corredores poderão retirar kit e chip entre os dias 27 e 30 de dezembro no Palácio das Convenções do Anhembi (Hall Nobre), em São Paulo, localizado à Av. Olavo Fontoura, 1.209 (acesso pela entrada do Auditório Elis Regina), na EXPO São Silvestre.

A programação da entrega de kit e chip ficou assim: nos dias 27, 28 e 29, o horário será das 9h às 20h, enquanto no dia 30 os inscritos poderão retirar seus kits das 9h às 16h. Não haverá entrega de kit e chip no dia da Corrida, nem após a realização da Prova. Os documentos necessários para a retirada também estão disponíveis no site oficial.

Resultados de 2019 – Elite

Masculino

1) Kibiwott Kandie (Quênia), 42min59s (novo recorde)

2) Jacob Kiplio (Uganda), 43min00

3) Titus Ekiru (Quênia), 43min54s

4) Geofry Toroitich Kipchumba (Quênia), 45min10s

5) Joseph Panga (Tanzânia), 45min33s

Feminino

1) Brigid Kosgei (Quênia), 48min54s

2) Sheila Chelangat (Quênia), 50min10s

3) Tisadk Alem Nigus (Etiópia), 50min12s

4) Pauline Kaveke Kamulu (Quênia), 50min28s

5) Delvine Relin Meringor (Quênia), 50min51s

Leia também:

– Fortaleça a lombar e melhore a sua performance
– Alimentação pré e pós treino: o que consumir?

– Exercícios para manter o core fortalecido
– 6 dicas para começar adotar hábitos saudáveis 
– Má postura no exercício ou no dia a dia? Dor no ombro ao correr? Confira as dicas do ortopedista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts