Campeonato Mundial de Atletismo Juvenil – 2° dia

Keila da Silva Costa: medalha de bronze no salto triplo (foto: Divulgação)
Keila da Silva Costa: medalha de bronze no salto triplo (foto: Divulgação)

O segundo dia do Mundial de Juvenis na Jamaica foi muito bom para o Brasil. O país terminou esta quarta-feira, 17 de julho, com uma medalha de bronze no triplo feminino, um quarto lugar na marcha masculina, um quinto lugar nos 100m feminino e um velocista qualificado para a final dos 400m masculino, nesta quinta-feira, dia 18.

O melhor resultado foi o conseguido pela pernambucana Keila da Silva Costa, que deu ao Brasil sua primeira medalha em provas de pista e campo na história dos nove Mundiais de Atletismo Juvenil. A atleta, da Olympikus Santos Dumont-CAIXA, ganhou bronze no salto triplo, já à noite, no Estádio Nacional de Kingston, Jamaica.

Keila deu seis saltos e melhorou cada um deles, até garantir o bronze, com 13,70, na última tentativa. Estes foram os seis saltos de Keila, pela ordem: 13,30; 13,31; 13,47; 13,56; 13,68; e 13,70. As duas primeiras colocadas foram saltadoras de Cuba: Mabel Gay ganhou ouro com 14,09 e Arianna Martinez foi prata com 13,74.

Antes de Keila, o único brasileiro medalhista em Mundiais de Juvenis fora Clodoaldo Gomes da Silva, ouro na corrida de rua de 20 km, em Lisboa, Portugal, em 1994 (prova que já não consta do programa da competição).

E Keila não descansa. Na manhã desta quinta-feira, dia 18, ela volta a pista, para a prova de qualificação do salto em distância, junto com Fernanda Gonçalves (AAG/SP-CAIXA).

Em outra final, Thatiana Regina Ignácio ficou em quinto lugar nos 100m, com 11.79 (na semifinal, ela havia sido a segunda em sua série, com 11.71). Thatiana melhorou, assim, três posições em relação ao Mundial anterior, disputado em Santiago, Chile, em 2000, quando terminou em oitavo lugar. A campeã da prova, em Kingston, foi a norte-americana Lauryn Williams, com 11.33.

Nos 100m masculino, Eliezer de Almeida (ASSEM São José dos Campos/SP-CAIXA) marcou 10.69 e ficou em sétimo lugar na semifinal, não conseguido um lugar na final.

Nos 400m, Luís Eduardo Ambrósio (ASSEM São José dos Campo/SP-CAIXA) qualificou-se para a final, ao ficar em segundo na Série 3 da fase semifinal, com 46.61, seu recorde pessoal. O outro brasileiro na prova, Diego Venâncio (ASA Sertãozinho Toniello/SP-CAIXA) não se qualificou: foi o quinto na Série 2, com 47.57. A final será nesta quinta-feira, às 20:55.

Na marcha de 10.000m masculina, Rafael Fontennelle Duarte (Caso-DF-CAIXA) realizou uma prova brilhante e terminou em quarto lugar.

Este texto foi escrito por: Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts