• Equipamento - Canelito de compressão: quais são os efeitos para o corredor?

Canelito de compressão: quais são os efeitos para o corredor?

Tendências da moda, a busca por um algo inédito, tentar se espelhar em alguém… muitos são os motivos para que algum corredor comece a usar um novo acessório. Alem dos citados anteriormente, com certeza um acessório que pode melhorar a performance sempre é bem vindo. Um claro exemplo desta situação é o uso do canelito de compressão, que além de estiloso, pode te livrar de lesões e auxiliar durante as provas.

+ Confira aqui o seu calendário completo de corridas!

Bruna Mahn, educadora física e atleta de triathlon explica sobre a ação do apetrecho. “O uso do canelito durante a prática de exercícios é importante para dar mais firmeza nas pernas e menos vibração na musculatura”.

“Quando você treina ou compete, as vibrações de impacto são enviadas ao longo de seus músculos, levando ao desgaste e sobrecarga, que podem causar lesões. O canelito comprime os músculos para reduzir as vibrações enviadas através da perna, dando suporte, minimizando a fadiga muscular e reduzindo o risco de lesões”. É o que explica a ortopedista Ana Paula Simões.

Isso significa que as pernas podem ter mais resistência e suporte para os treinos longos e provas mais pesadas.

Quando utilizar o canelito

Além de ser importante durante os exercícios, seu uso por ser muito importante no pós-treino e pós-prova. O acessório pode estimular a circulação sanguínea, levando mais oxigênio para os músculos, o que reduz os sintomas de inchaço e dores. “Tanto a meia quanto o canelito de compressão aceleram a recuperação muscular, diminuem a fadiga, a tensão muscular e o desgaste durante e após as práticas esportivas”, explica Bruna.

Ana explica que estudos demonstraram que a compressão graduada impede que o sangue se acumule nos pés. Isso pode aumentar a resistência, já que mais sangue rico em oxigênio está fluindo constantemente em seu corpo. Você pode usar seja na corrida, bike, caminhada ou qualquer esporte de impacto.

Seu uso pode ser durante qualquer atividade física, inclusive na corrida. Segundo Bruna, ele pode ser utilizado em qualquer prova e em qualquer distância, sem ter nenhuma restrição. “A única orientação é não dormir com ele, mas no dia-a-dia pode ser usado em todas as atividades, desde que o tamanho seja adequado para cada pessoa”, explica.

Canelito x Meia de compressão 

Ao contrário do que muitos pensam, eles não são “inimigos”, mas podem ser usados como complementares para uma maior eficácia. Bruna explica que os efeitos são potencializados quando se usa o canelito durante o exercício e a meia de compressão depois da atividade ou vice-e-versa.

As diferenças entre as meias e o canelito não são muitas, já que o objetivo e a tecnologia usada em ambos são o mesmo. A maior diferença fica por conta do visual, onde a meia tem como extra o ‘pé’.

+ Garanta a sua inscrição para a Meia Maratona Internacional de Florianópolis!

Dicas para o uso

A ortopedista acredita que “se você experimentar e sentir os benefícios: use. Até certo ponto, se não houver nenhum efeito danoso – desde que não esteja apertado, quente, irritante ou provoque bolhas”.

A compressão deve ser graduada (mais apertado no tornozelo e diminuindo para o joelho), e ter entre 22 a 32 mmHg de pressão. A variação do seu uso também é importante, realizando treinos com e sem o canelito. Além disso, por conta do clima, é mais vantajoso usá-lo em dias mais frios, para evitar o calor e perda de líquido excessiva.

*Fonte: Bruna Mahn, educadora física, atleta de triathlon e embaixadora da SIGVARIS GROUP.

Ana Paula Simões, ortopedista e professora instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Comentários

Tags:, , , , , ,
Leonardo Boscolo
Sou um apaixonado por esportes e aspirante a corredor. Um jornalista que vê na corrida um mundo de objetivos a serem alcançados, realizações pessoais e a oportunidade de se tornar cada dia uma pessoa melhor.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade