Carla Moreno e Raphael Menezes vencem o Troféu Brasil de Triathlon

Carla Moreno e Raphael Menezes ganham com o tempo de 2h04 e 1h48  respectivamente (foto: João Pires/Jump)
Carla Moreno e Raphael Menezes ganham com o tempo de 2h04 e 1h48 respectivamente (foto: João Pires/Jump)

No último domingo (19/09) aconteceu a quarta etapa do Troféu Brasil de Triathlon, com um dia nublado na cidade de Santos, no litoral paulista. A vencedora da disputa, Carla Moreno, que já é sete vezes campeã geral da competição liderou mais uma vez a prova que tem 1.500m de natação, 40 quilômetros de ciclismo e dez quilômetros de corrida.

A ganhadora, gripada há quatro semanas, finalizou o percurso em 2h04min29, seguida pelas triatletas Carolina Santos, que chegou com o tempo de 2h09min04, e Carolina Galvão, terceira colocada em 2h10min23. “Só tive liberação médica para correr momentos antes da corrida e consegui um melhor desempenho justamente no ciclismo, modalidade que estou me dedicando menos nos treinamentos”, diz Moreno aos 34 anos.

“Muitos amigos me apoiaram durante todo o trajeto e estou muito feliz por vencer em casa, ainda mais no dia do meu aniversário”, acrescenta a triatleta olímpica, que abriu vantagem no raking de geral e agora soma 570 pontos, seguida por Vanessa Gianinni, com 389,5 pontos.

Para Núbio de Almeida, diretor-geral do Troféu Brasil, apesar da boa vantagem de Carla Moreno no ranking geral, a disputa no feminino ainda não está definida porque ainda restam duas etapas, que serão realizadas nos dias sete de novembro e cinco de dezembro.

“Nós pensamos em um sistema de disputa que não desvalorizasse as primeiras etapas, mas deixasse a decisão para o final. Por isso a última etapa tem um peso maior na pontuação geral. Assim, os campeões da temporada 2010 serão confirmados apenas no último dia de competição”, diz Almeida.

Masculino – O paulista Raphael Menezes, que foi o quinto colocado em competições anteriores, foi vencedor da disputa com a marca de 1h48min31. Ele conquistou pela primeira vez o Troféu Brasil de Trithlon, mas chegou apenas seis segundos à frente do segundo colocado, Bruno Matheus, que terminou a prova em 1h48min43seg, seguido por Igor Amorelli, com o tempo de 1h49min18seg.

“Não fiz uma boa prova de natação e fiquei muito atrás do pelotão que liderava a prova. Consegui tirar a diferença no ciclismo e no início da corrida estava em sexto lugar”, diz o triatleta de 26 anos. “Procurei correr com os primeiros colocados, mas consegui a vitória só no último quilometro. Sabia que iria ser difícil, mas senti que poderia vencer a partir da metade da prova”, acrescenta o campeão.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts