COB divulga nova lista de substâncias proibidas

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) divulgou em seu site oficial na Internet a nova versão da cartilha “Uso de Medicamentos no Esporte”, com a lista de substâncias e métodos proibidos pela Agência Mundial Antidoping (Wada). O objetivo da publicação é orientar os atletas sobre os perigos que o doping envolve.

De acordo com a entidade, serão realizados cerca de 600 exames antidoping em todos os competidores brasileiros qualificados e com chances de qualificação para a olimpíada de Pequim. A cartilha brasileira traz um avanço em relação à publicação original da Wada, pois traz além dos nomes científicos das substâncias proibidas, os nomes pelos quais elas são conhecidas popularmente.

“A importância da cartilha é fornecer aos nossos atletas todas as informações possíveis sobre o doping, mostrando seu histórico, as substâncias proibidas e permitidas, os seus direitos e deveres em relação ao controle antidoping”, explica Eduardo De Rose, coordenador da área de controle do COB e membro-fundador da Wada.

Após o envio das cartilhas impressas para as confederações, o Comitê iniciará os testes preventivos, que ocorrerão entre maio e julho e as amostras serão analisadas no Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A lista em português pode ser acessada no www.cob.org.br e a original no site da Wada, o www.wada-ama.org.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts