• Corridas de Rua - Como o controle das emoções pode beneficiar sua corrida

Como o controle das emoções pode beneficiar sua corrida

Confira a coluna de dezembro do fisioterapeuta Claudio Cotter

Vanderlei Cordeiro de Lima, Jogos Olímpicos de Atenas 2004, um dos maiores maratonistas que o Brasil já teve e possivelmente que o mundo já viu, talvez não em tamanho ou em quantidade de medalhas, mas em atitude.

Muitos conhecem a história: após liderar a Maratona Olímpica por mais de 1 hora, faltando apenas 7 kms para chegada, Vanderlei é empurrado e segurado pelo o ex-padre irlandês Cornelius Horan, o que prejudicou seu desempenho e com isso acabou ficando com a medalha de bronze, quando àquela altura a maior parte dos comentaristas já davam como certa a de medalha de ouro.

Foto: Harry Thomas Jr/Webrun

Foto: Harry Thomas Jr/Webrun

O incrível não foi o fato de ele ter conseguido manter o pódio, mas sim a capacidade de perdoar, pois mesmo sob toda emoção do ocorrido conseguiu logo em seguida entrar no estádio fazendo o seu famoso gesto, o “aviãozinho”, e algum tempo depois foi a público dizer que perdoava o ex padre.

Vanderlei é o único latino-americano outorgado com a Medalha Pierre de Coubertin, a maior condecoração de cunho humanitário-esportivo concedida pelo Comitê Olímpico Internacional.

A Medalha Pierre de Coubertin é uma honraria esportiva–humanitária concedida pelo Comitê Olímpico Internacional a atletas e pessoas envolvidas com o esporte que demonstram alto grau de esportividade e espírito olímpico durante a disputa dos Jogos. Ela tem o seu nome em homenagem ao criador dos Jogos Olímpicos modernos, Barão Pierre de Coubertin.

A capacidade de perdoar, de estar em contato com sentimentos puros como amor e compaixão são realmente nobres e hoje estão sendo estudados também como sentimentos capazes de trazer estabilidade para nossos sistemas fisiológicos.

Hoje, somos capazes de medir e treinar, por meio de software, o quanto o coração do paciente está em estado de Coerência Cardíaca Foto: Krisana/Fotolia

Hoje, somos capazes de medir e treinar, por meio de software, o quanto o coração do paciente está em estado de Coerência Cardíaca Foto: Krisana/Fotolia

Estudos recentes do Heartmath Institute têm demonstrado que este tipo de sentimento mantém a cadeia de DNA alongada –  efeito contrário que acontece quando estamos expostos às emoções ruins como mágoa, preocupação, raiva, estresse, causando a contração do DNA – e isso vai agir diretamente no sistema fisiológico.

Inscreva-se aqui para a Corrida da Ponte Faculdade Inspirar. Clique aqui

Todo processo metabólico acontece através da transcrição gênica, ou seja do DNA passando uma informação para uma proteína que irá atuar no metabolismo e desta forma regular o organismo. Além disso, o coração é hoje descrito como um segundo cérebro. Este tem conexões por inervação com o cérebro límbico (parte do cérebro considerada como o centro das emoções) que regula aproximadamente 95% do sistema fisiológico.

Essa conexão nervosa ajuda a manter o equilíbrio homeostático (equilíbrio) de todo organismo, devido ao fato de o coração emitir uma onda eletromagnética a cada batimento e essa onda pode estar em coerência ou caos.

coerenciacardiaca

Quando a onda está coerente, o coração libera alguns hormônios importantíssimos de efeitos relaxantes e regulatórios, esses hormônios são Ocitocina e um hormônio exclusivo chamado Atrio-peptídeo além do neurotransmissor como Dopamina, que vão manter o organismo em estado de relaxamento e as funções acontecendo normalmente. Quando a onda está em caos cardíaco o coração irá liberar adrenalina  em ações de luta e fuga (estresse). Essa comunicação entre eles faz com que, tanto o coração como o cérebro límbico, se influenciem.

Estudos demonstram que podemos manter a onda coerente do coração, através dos sentimentos de amor, compaixão e gratidão e também pelo treinamento da respiração.

Hoje, somos capazes de medir e treinar, por meio de software, o quanto o coração do paciente está em estado de Coerência Cardíaca. Isto ocorre quando o coração bate numa frequência cardíaca constante, o tempo todo oscilando próximo a média. É esta constância que possibilita este campo eletromagnético mais estável e assim colabora com a auto regulação dos outros sistemas.

Portanto lembrem-se, corram concentrados, prestem atenção na respiração, treinem a concentração Foto: AyaImages/Fotolia

Portanto lembrem-se, corram concentrados, prestem atenção na respiração, treinem a concentração Foto: AyaImages/Fotolia

Por outro lado, sentimentos como rancor, raiva, inveja e dissimular sentimentos, alteram este campo eletromagnético e acabam desregulando os sistemas, facilitando o aparecimento de doenças das mais variadas não só cardíacas, pois estamos falando de mal funcionamento sistêmico, cada indivíduo pode ser afetado em um sistema diferente, o qual já estaria mais predisposto.

Portanto lembrem-se, corram concentrados, prestem atenção na respiração, treinem a concentração, pois somos capazes de desenvolver esta percepção durante a corrida, este já é o princípio para que os sistemas se auto regulem, uma respiração bem tranquila e compassada é capaz de estabilizar os batimentos cardíacos, mas não se esqueçam de perdoar, correr com amor no coração, isso já não é um conselho sem fundamento que o padre ou sua mãe te dava, é recomendação de saúde.  

Colaborou para este artigo Dr. Rafael Ferreira Pinto, meu parceiro de trabalho, estudos e acupunturista da clínica.

Comentários

Tags:, , , ,
Claudio Cotter
Fisioterapeuta formado, sempre trabalhou com reabilitação esportiva na clínica, em vários eventos nacionais e internacionais, incluindo O 1º mundial FIFA pela Seleção Sub 17 Feminina como fisioterapeuta da equipe. Ao mesmo tempo se especializando em postura e análise de marcha e da corrida. Hoje, desenvolve trabalhos dentro de um conceito de equipe multidisciplinar em sua clinica e pós graduando em medicina psicossomática, aplicando seus conhecimentos em pacientes esportistas ou não, com o objetivo de tratar a fundo as causas das dores, sendo físicas, relacionadas à postura no trabalho ou na corrida, ou emocionais. Além de consultor da Mizuno em alguns projetos nos últimos 3 anos e ultramaratonista.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade

{{infoclima.data}}

{{infoclima.cidade}}

{{infoclima.temperatura}}


  • {{dias.date}}
    {{dias.high}}
    {{dias.low}}
Outras cidades
Selecione sua cidade
  • {{e.name}}