Ainda não começou a correr? Está esperando o que?

Existe alguma modalidade tão democrática quanto a corrida de rua? Não precisamos nos matricular em academias, clubes, ter equipamentos caros ou desenvolver habilidades complexas. Só cuidados precisam ser tomados, para que o esporte possa fazer parte da vida do corredor por muitos e muitos anos de maneira prazerosa e para que seus benefícios sejam potencializados! Além disso, existem algumas estratégias para que a evolução seja mais rápida.

Confira 10 dicas para quem quer começar a correr com qualidade, minimizando o risco de lesões e, otimizando a evolução.

Evite começar a treinar com dor aguda Foto: Iuiia Sokolovska/Fotolia
Evite começar a treinar com dor aguda Foto: Iuiia Sokolovska/Fotolia

1. Caso sinta dores, não persista com o treino
As dores podem acontecer após sessões de treinamento, mas evite começar a treinar com dor aguda e, caso, ela persista por muito tempo (dor crônica), converse com seu treinador e procure ajuda de um médico e/ou fisioterapeuta.

2. Aqueça adequadamente
Evite começar o treino ou prova sem preparar o corpo para isso. Procure correr em velocidade mais baixa ou caminhar por cerca de 5 a 10’ antes de cada treino ou prova. A intensidade e o tempo de aquecimento dependerá do tipo (distância e intensidade) de cada atividade.

3. Alongue ao final de cada treino
Uma sessão breve de alongamento com exercícios simples e suaves poderá auxiliar no processo de recuperação. Outras estratégias podem ser adotadas, como liberação miofascial, massagens, crioterapia, entre outras.

4. Treine com regularidade
O treino regular é a chave do sucesso. Sem regularidade não existe evolução e adaptação do corpo aos estímulos.

A intensidade e o tempo do aquecimento dependerá do tipo (distância e intensidade) de cada atividade Foto: Fotolia
A intensidade e o tempo do aquecimento dependerá do tipo (distância e intensidade) de cada atividade Foto: Fotolia

5. Cuidado com o som

Correr ouvindo música em alto volume pode causar acidentes, desde os mais leves aos mais graves. Se possível, use apenas fone em um dos ouvidos com som em níveis baixos. Evite correr em locais abertos e movimentados com fones.

Inscreva-se para o Circuito Rios e Ruas, etapa Parque Ecológico do Tietê!

6. Correndo na rua
Procure correr sempre na contramão e com muita atenção para poder antecipar qualquer problema que possa acontecer com automóveis, bicicletas, pedestres, animais, etc.

7. Equilibre os treinos com a vida pessoal e profissional
A longevidade na corrida depende do quanto você consegue administrar os treinos com seu trabalho, família e amigos.

Procure correr sempre na contramão e com muita atenção para poder antecipar qualquer problema Foto: Focus Pocus/Fotolia
Procure correr sempre na contramão e com muita atenção para poder antecipar qualquer problema Foto: Focus Pocus/Fotolia

8. Cuidado com o excesso de provas
Todo corredor ama fazer provas, e as ofertas são tentadoras demais. Controle os ânimos e planeje direito quais participar.

9. Faça exames e avaliações periódicas
Treinar com segurança, com as zonas de treinamento corretas e não excedendo limites é fundamental para a longevidade no esporte.

10. Transmita energia para todos à sua volta
Ajude pessoas queridas a entrarem neste universo e usufruírem dos benefícios que a corrida de rua proporciona.

A longevidade na corrida depende do quanto você consegue administrar os treinos Foto: Glowonconcept/Fotolia
A longevidade na corrida depende do quanto você consegue administrar os treinos Foto: Glowonconcept/Fotolia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Christina Volpe

Christina Volpe

Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.

Ver todos os posts