Como treinar em subidas pode melhorar seu desempenho nas provas?

Foto: Fotolia
Foto: Fotolia

É normal se sentir um pouco sem fôlego e mais cansado nas subidas durante as provas, isso porque esses trechos exigem mais do corpo e condicionamento físico do atleta. Quanto maior a elevação, mais é necessário usar os músculos estabilizadores, que são responsáveis por transferir a força aplicada nas passadas.

Isso significa que nas subidas o desgaste e o impacto serão maiores nas articulações do joelho e tornozelo, causando maior risco de lesões, principalmente em corredores que não fortalecem essas partes tão exigidas do corpo.

Segundo o treinador Eduardo Barbosa, a subida é um assunto recorrente entre quem participa de corridas, para encará-las com mais facilidade é preciso fazer treinos específicos e se preparar gradualmente.

+ Clique aqui e escolha seu próximo desafio na corrida!

“Dois fatores ajudam muito o corredor, a princípio, um bom treino de força para membros inferiores, que pode ser tanto de musculação, quanto um funcional e também treinos em inclinação específica no terreno da prova, asfalto ou subida”, aconselha.

Para o treinador o segredo é treinar, principalmente em altimetrias variadas. Quanto mais adaptado às subidas, mais facilidade você terá para percorrê-las durante as provas. Além disso, os treinos em subida ajudam a aumentar a capacidade neuromuscular e o recrutamento das fibras musculares, fazendo o corredor correr melhor até mesmo no plano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carolina Abrantes

Carolina Abrantes

Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.

Ver todos os posts