Confira os lançamentos de bike para 2009

O canote da Aloha é regulável em duas posições (foto: Divulgação)
O canote da Aloha é regulável em duas posições (foto: Divulgação)

O ano de 2008 já está no final e é hora das principais fabricantes de bicicleta anunciarem os modelos que serão utilizados na temporada de 2009. O Webrun esteve na feira Expo Bike Brasil, destinada ao mercado de ciclismo, e conferiu o que os triathletas terão à disposição a partir de janeiro.

A Fuji traz como destaque os modelos Aloha 1.0 e D6 professional, sendo a primeira confeccionada em alumínio e a segunda em fibra de carbono. A Aloha 1.0 foi aperfeiçoada em relação ao modelo anterior e traz os conduítes embutidos no interior do quadro, não deixando à mostra os cabos de freio e do câmbio. Ela possui também um canote (suporte do selim) ajustável.

A D6 é a menina dos olhos de ouro da empresa, já que só existem 15 quadros no mundo todo e é feita para diminuir drasticamente o arrasto aerodinâmico. A principal diferença para os modelos anteriores e mesmo para as bikes de outras marcas é a posição do freio dianteiro, montado atrás do garfo. Todo os cabos também são montados por dentro do garfo, seguem por dentro da espiga e chegam ao guidão.

Ela tem um design diferenciado para evitar o arrasto no movimento de perna do ciclista e o canote possui regulagem de altura e o carrinho do selim permite uma regulagem nível e de postura. Dessa forma, a inclinação do selim varia entre 76 e 80 graus.

Na Sundow não há grandes novidades e a única bike que sofrerá alterações para a próxima temporada será a TR1, que contará com um pequeno ajuste no clipe. Assim como outros modelos da marca, ela terá um novo grafismo e as cores mais claras terão destaques, principalmente o branco.

Mais novidades – Na feira foi possível conferir o novo modelo da Transition, fabricada pela marca Specialized, que será lançada em 2009, mas já tem sido testada por Chris MacCormack, o australiano campeão do Mundial de Ironman no Havaí em 2007. Além das modificações aerodinâmicas, ela possui dois canotes que podem ser utilizados conforme o tipo de competição. Segundo os responsáveis pela marca, a Specialized é uma das únicas empresas que oferece garantia vitalícia no quadro para o primeiro dono.

Já a Merida apresentou como principal destaque a Warp 9, com uma roda mais leve e resistente, além do peso total menor do que seu modelo anterior, já que foram retirados cerca de 80 gramas do quadro. Também foram aplicadas modificações nas cores, deixando-a com um tom mais esverdeado. A Warp 5 também sofreu algumas mudanças, mas apenas na linha de grafismo, já que os componentes não foram alterados.

Por fim, a Scott mostrou para os presentes a Plasma, uma bike feita inteiramente com base em estudos produzidos no túnel de vento. Ela é uma das mais leves do mercado, com 6,7 quilos, possui uma integração do garfo com o quadro, na qual ambos parecem ser uma peça só e o pneu tem um design arrojado, que parece entrar no quadro. Com base na indústria aeronáutica, ela apresenta uma espécie de asa na parte de trás. Todo esse conjunto serve para que ela sofra o menor atrito possível durante uma competição.

Segundo as empresas consultadas, os novos modelos estarão disponíveis no mercado já a partir de janeiro do ano que vem, mas eles não se arriscam a falar em preços, já que as bikes vem de fora do Brasil e o dólar tem sofrido constantes variações.

Serviço: Para saber os valores e onde comprar cada modelo de bike, basta acessar os sites das marcas:

Fuji – www.fujibikes.com.br

Sundown – www.sundownnet.com.br/

Specialized – www.specialized.com.br

Merida – www.merida.com.br

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts