Corre Recife faz contagem regressiva para Maratona Maurício de Nassau

Equipe Recifense CORRE participará da Maratona (foto: Arquivo Pessoal)
Equipe Recifense CORRE participará da Maratona (foto: Arquivo Pessoal)

A menos de três dias para a segunda edição da Maratona Internacional Maurício de Nassau (31/07) acontecer, atletas do Clube dos Corredores de Recife (CORRE) já estão cheios de expectativas para o grande evento esportivo de Pernambuco. Em 2011, a organização da prova decidiu oferecer premiação por faixa-etária, estimulo extra para os amadores.

“A disputa ficou ainda mais competitiva. Cerca de 50 atletas do nosso grupo participarão da maratona”, afirma Severo de Almeida, fundador e diretor técnico do “CORRE”. Além do percurso de 42 quilômetros, haverá também uma Meia Maratona, provas de cinco e dez quilômetros, onde pelo menos mais duzentos atletas da equipe estarão nestas competições menores, segundo o pernambucano de 56 anos.

O diretor também diz que a preparação dos inscritos vem sendo realizada de forma intensa há dois meses, sendo que grande parte dos corredores treinam na Pista de Corrida do Quartel Derby (Recife). “Eu sempre corro neste local e encontro o pessoal treinando na pista. Todos estão empolgados para a maratona de domingo, lamento não poder participar este ano”, acrescenta Severo, presente na primeira edição da prova.

“Seria minha 28ª maratona, mas estou me recuperando de uma lesão. Acompanharei os amigos no domingo e prestigiarei o evento, mas não poderei competir”, finaliza o veterano. Já Alexandre Torres, 57, integrante da equipe recifense e amigo do fundador do grupo, gostaria de ganhar algum prêmio pela sua performance, mas acredita que a prova será muito concorrida. “Desta vez o mais importante será completar o trajeto, não conseguirei vencer na minha categoria”, reflete.

Antes da Maratona Internacional Maurício de Nassau estrear ano passado, a equipe Corre Recife chegou a organizar algumas provas para os maratonistas da região, entretanto, não havia logística e organização adequada, ressalta Alexandre. “Estive em algumas Maratonas que o nosso grupo criava, mas competíamos ao lado dos veículos. Era impossível fechar todas as ruas para nós, um evento nada comparado com a disputa do próximo dia 31”, esclarece Torres, comemorando a realização da segunda edição da Maratona Internacional, marcada para o domingo, às 7h.

Este texto foi escrito por: Monique Barleben

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts