Corredores vivem expectativa para a Meia de Floripa

Ana Lídia promete não aliviar na prova (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br)
Ana Lídia promete não aliviar na prova (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br)

No último sábado (24/03), durante todo o dia, os participantes da Meia Maratona Internacional de Florianópolis retiraram os kits da competição, marcada para este domingo (25) na Avenida Beira Mar. Corredores de elite, como o bicampeão da prova Claudir Rodrigues e a triatleta Ana Lídia Borba, se misturarão aos milhares de amadores para os 21 quilômetros.

Ana Lídia mora e treina em Florianópolis desde o ano passado e decidiu entrar na prova para complementar seu treinamento para o Ironman Brasil, a ser disputado no final de maio, também na capital catarinense. “Essas provas são uma ótima oportunidade para ganhar velocidade. Claro que acabo acelerando mais do que num treino comum, mas será um bom teste”, relata a atleta que não estudou o percurso antes. “A vantagem de Floripa é que o percurso é quase todo plano, então vou correr forte”, completa.

Outra representante da elite é Letícia Saltori, campeã dos 23 quilômetros no Deserto do Atacama, disputado em janeiro deste ano. Com o objetivo de chegar entre as cinco melhores, a acreana radicada em Curitiba terá um motivo a mais para buscar o primeiro posto, já que seu noivo, Marco Aurélio Piazza, prometeu pedi-la em casamento em caso de vitória. “Com certeza terei um ânimo a mais para correr”, relata Letícia.

Amadores – Entre o grupo dos corredores que disputará a prova apenas com o intuito de completá-la, está um grupo de japoneses que veio ao Brasil para estudar e aproveitou o fim de semana de folga para correr. “Vou correr os 21 quilômetros e acho que será difícil, mas não impossível”, relata Nobuyuki Shimizu, que pratica triathlon no Japão. Já Tetsuro HanaSaki diz que não fez uma preparação especial. “Faço musculação duas vezes por semana e gosto de jogar futebol, então acho que não terei problemas”.

Mitsuhiro Saito treinou para a prova, mas não esconde a ansiedade. “Eu comecei a correr para me preparar para essa meia maratona, mas sempre dá um medo de não conseguir completar”, relata o representante da terra do sol nascente, que afirma gostar de calor. Bumpei Takahashi é o mais experiente do grupo e se diz confiante. “Comecei a correr há três meses e o máximo que fiz foram 15 quilômetros. Treino em terrenos planos, gosto de calor, então acho que não terei problemas”.

Entre os mais de 2.500 inscritos, Adalberto Beles Júnior terá a honra de correr com o número um estampado em seu número de peito. O representante de Brusque (SC), já teve a “sorte” em outras provas e desta vez promete dar o melhor, apesar de não se sentir pressionado por um bom resultado. “Eu vou no meu ritmo, com o objetivo de fazer 1h40”, conta o corredor que pratica o esporte há dez anos e desde 2007 começou a participar de provas. “Já fiz a maratona de Floripa e adoro correr aqui. O clima é gostoso e é muito bom ter um percurso à beira mar”, finaliza.

A largada será a partir das 7h30 ao lado do monumento da Polícia Militar e os atletas largarão no sentido do sul da Ilha.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts