Correndo no ritmo de um tango

Espero  muito tango e nenhuma tragédia (foto: stock.xching)
Espero muito tango e nenhuma tragédia (foto: stock.xching)

São Paulo(hermanos…) – Decidi qual será minha prova alvo para o segundo semestre desde ano e de tabela minha 14ª maratona. A prova escolhida será a Maratona Internacional de Buenos Aires que acontecerá daqui exatos 5 meses, ou seja, no dia 12 de outubro, na Argentina.

Já corri uma maratona em Buenos Aires. Foi no ano de 1996 quando cravei 3h15min, porém não é a mesma prova que farei esse ano. Naquela época a maratona platina era a Adidas Buenos Aires Maraton e não tinha um percurso tão glamuroso quanto o atual, além do que, os organizadores não são os mesmos.

Diferente da competição antiga, que tinha largada no bairro de Palermo e percorria as largas auto-pistas portenhas, a maratona atual larga na famosa Avenida 9 de Julho e percorre boa parte das elegantes ruas e avenidas centrais da capital. Outra característica do percurso, que diferencia esses dois eventos, é que o antigo era no formato de ida e volta, enquanto o atual o ponto de largada é distinto da chegada.

E, para ter um fator motivacional, estou estabelecendo um tempo máximo de conclusão para os 42.195 metros. Não será desta vez que vou correr minha quarta maratona sub 3 horas – na verdade não sei se consigo repetir tal feito daí estabeleci que vou buscar o índice para correr a Maratona de Boston.

No entanto para dar mais gostinho ao desafio vou buscar não o índice da minha faixa etária (3h20min), mas o da faixa etária anterior a minha (35/39) que é 3h15min.

E aqui no Blog do Harry vocês vão acompanhar todos os passos para mais esse desafio. Conto com a participação ativa de todos vocês!

Este texto foi escrito por: Harry Thomas Jr.

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts