Corrida na areia: descubra o motivo para apostar nela

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Nem todo mundo tem o privilégio de correr na praia, enquanto isso gente que mora no litoral, nem dá muita importância a isso e optam apenas pelo asfalto, pois não sabem os benefícios que a corrida nesse terreno pode trazer. Além da paisagem e o som do mar, a prática oferece outras vantagens ao corredor. Na areia o gasto energético e a exigência muscular são muitos maiores, devido às irregularidades do terreno, o que faz ser uma boa opção para quem busca queimar mais calorias.

Os músculos também se fortalecem com mais facilidade, já que o atleta precisa fazer mais força para sair do lugar. Quem corre descalço, por exemplo, trabalha a musculatura do pé, proporcionando maior estabilidade e impedindo a inflamação da face do mesmo. Além disso, o condicionamento e o rendimento são melhorados e a explosão e resistência são otimizadas, ajudando o corredor a obter melhor performance durante competições.

Quem corre na praia, apesar de poupar as articulações do impacto, deve ficar atento e redobrar os cuidados. A irregularidade do terreno aumenta o risco de lesões, principalmente de tornozelo, joelho e quadril. Por outro lado, a prática estimula os proprioceptores (mecanismos sensoriais que existem em nossos músculos, que respondem a sinais de contração ou estiramento agudo) que ajudam na prevenir lesões como um todo.

Inscreva-se para o Mountain Do Praia do Rosa

Correr na areia é mais difícil do que na calçada ou na esteira, por isso, não preze a velocidade e não exagere na intensidade das passadas, para que você não se machuque ou tenha que parar o treino na metade.

Os treinamentos neste local, são indicados para pessoas que já têm certa prática em correr, por causa da exigência do solo. É recomendável que sejam feitos sempre na areia fofa onde o desgaste é maior, mas ainda assim é melhor do que correr junto à água, onde o solo é mais inclinado e firme.

Quem ainda não experimentou, pode começar praticando duas vezes por semana. É uma boa ideia para variar o treino e criar um novo estímulo para melhorar o rendimento. Lembre-se de passar protetor solar e se for correr sem tênis, tomar cuidado para a areia não causar esfoliações no pé. Fora isso, também é importante consultar sempre seu treinador, para saber em qual momento do treinamento você deve estrear no terreno.

Este texto foi escrito por: Carolina Abrantes

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts