Curiosidades dos Andarilhos e Caminhantes

  • Em maio de 1998, o Santarnecchi foi surpreendido quando soube que é o 1o lugar no ranking mundial como andarilho em atividade ao completar a 3o Volta ao Mundo pela linha do Equador, atingindo 120.000 km.

  • No ano 2000 Santarnecchi completou 139.500 km em caminhadas oficiais, e 418.900 km extra oficiais, correspondentes a 10,4 voltas ao mundo pela linha do Equador, gastando cerca de 22.500 horas; aproximadamente 937,5 dias, ou 2,5 anos, se tivesse andado sem parar.
    Nos seus 45 anos de andarilho completados em 2002, Santarnecchi repetiu incansavelmente alguns trajetos sempre acompanhado por outros aficcionados e amigos, porque fazer amigos é outra especialidade dele. Somente a caminhada de São Paulo a Santos, ele já fez “inacreditáveis” 133 vezes.

  • Santarnecchi, ou Toninho para os mais íntimos, visitou cerca de 1450 cidades e lugarejos, percorrendo os Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Cerca de 3,5 milhões de andarilhos participaram dessas caminhadas ao longo desses anos. Venceu muitas provas de Marcha Atlética e de Andarilho, conquistando muitos troféus, medalhas, medalhões e cartões de prata, tendo enfrentado climas dos mais adversos, com temperaturas entre 8o negativos e 40o positivos.

  • Calcula-se que tenha gasto mais de 1150 pares de tênis, 1150 camisetas e bonés, 560 agasalhos e mochilas; andando debaixo de chuvas torrenciais, temporais, chuvas de granizo, geadas e muito sol. Santarnecchi possui um arquivo de mais de 10.500 fotografias e um arquivo repleto de reportagens de jornais, revistas e vídeos reproduzindo suas façanhas.

  • Em 13 de novembro de 1976, o então prefeito de São Caetano do Sul Walter Braido, que ajudou muito a esse esporte em 1958 como presidente da CME, resolveu eternizar a homenagem aos esportistas dessa modalidade, denominando de “Praça dos Andarilhos” o logradouro localizado na entrada da cidade por Rudge Ramos, defronte a Faculdade de Engenharia Mauá. Nessa oportunidade, durante a cerimônia de inauguração, o prefeito homenageou o Santarnecchi com a outorga do título de Chanceler Internacional, pelo tanto que divulgou o nome do município, considerado o “Berço dos Andarilhos”, por esse país, (por Domingo Glenir Santarnecchi)

  • A prova de “12 Horas de São Caetano do Sul” tem como recordista Fernando Elias, com a difícil marca de 118 km. Ele detém também o recorde da prova “6 Horas de Andarilho”, com a marca de 66 km. Durante a carreira, Elias quebrou 33 recordes brasileiros como andarilho e marchador.

  • Uma comunidade de andarilhos costuma comemorar o casamento, bodas de prata ou de ouro de um casal fazendo um túnel (segurando os calçados acima) por dentro do qual passa o casal. O recorde mundial é de 1166 casais de andarilhos na formação do “Túnel dos Andarilhos”, no Brasil já registro-se até 36 casais.

Este texto foi escrito por: Claudio Bertolino

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts