Dica da colunista: “tempo para correr a gente arranja”

Os homens que me desculpem, mas desta vez vou fazer um elogio rasgado à ala feminina. Hoje em dia a mulher trabalha tanto ou até mais que o homem. Ela cuida, além do maridão, da casa, dos filhos. E nem por isso, aquelas que já incluíram a atividade física na sua rotina, deixam de treinar.

Ouviram, meninos de plantão? Mesmo não dormindo à noite pelo “dodói” do filhote, mesmo trabalhando até altas horas no computador, porque esta é a hora mais tranqüila e inspiradora da casa, a mulher segue com sua rotina de treinos. Ela não fica repetindo a mesma desculpa: “eu não tenho tempo”. Tempo a gente arranja, é só querer.

E o interessante é que a mulher sabe respeitar seus limites, às vezes até mais que o homem. O homem, talvez por ser mais competitivo por natureza, “sofre” naquele treino pós uma noite mal dormida, por não conseguir um rendimento tão bom. Já a mulher se parabeniza por ter conseguido treinar depois de tão esdrúxula noite.

Então, qual a moral da história? Treinar é tudo de bom, cada qual com seus objetivos (tem a turma que foca rendimento, tem gente que preza qualidade de vida, têm pessoas que querem conhecer outras pessoas, e por aí vai). Não interessa qual o seu objetivo, o importante é se mexer, não ficar parado. Porque tudo o que fica parado, um dia acaba “enguiçando” por falta de uso.

E você, que ainda faz parte da “tribo dos sedentários”, que tal se inspirar nestas maravilhosas mulheres, profissionais, “atletas”, mães e começar a fazer alguma atividade física ainda hoje? Tenha certeza de que se sentirá muito melhor.

Este texto foi escrito por: Luciana Dias

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts