5 dicas para turbinar o treino no elíptico

Você sabia que é possível melhorar seu desempenho no treino usando o equipamento elíptico, o famoso transport? Esse é um exercício aeróbico que simula passadas de corrida, muito praticado em academias por quem deseja perda de peso e melhora no condicionamento aeróbico. Eficiente, o aparelho trabalha os membros inferiores, superiores e o sistema cardiorrespiratório, ao mesmo tempo.

Com algumas dicas do professor da Smart Fit, Thiago Brito, você pode obter um resultado de emagrecimento mais rápido e conquistar ainda resistência muscular.

Manter o abdômen contraído enquanto realiza o exercício Foto: Fotolia
Manter o abdômen contraído enquanto realiza o exercício Foto: Fotolia

1. Utilizar o aumento de carga – para que o treino evolua, é importante aumentar a carga gradativamente, à medida que o aluno sentir que o exercício está ficando fácil. O aumento da carga vai exigir mais esforço e, consequentemente, promover melhora no condicionamento físico e também muscular das pernas.

2. Utilizar a programação do aparelho – o elíptico tem algumas programações de treinamento aeróbico que podem ser escolhidas antes do início do treino, podendo ser intervalado, arm blaste (que aumenta e diminui a resistência do aparelho), entre outros. A programação irá indicar o que será realizado, por exemplo: reverso, pedalar agachado, que é um trabalho mais enfatizado em quadríceps e glúteo.

3. Aumentar a velocidade – quanto maior a velocidade que o aluno realizar o movimento, mais intensidade cardiovascular ele vai ter e, consequentemente, o emagrecimento será mais rápido.

5. Manter o abdômen contraído enquanto realiza o exercício – muito importante para a postura. 

Inscreva-se aqui para a Amazing Runs Canastra!

6. Fazer um treinamento intervalado – esse é um método muito utilizado na corrida. É possível adaptar no elíptico, por meio da velocidade aplicada pelo aluno ou aumentando ou diminuindo a carga. É possível até mesmo usar o HIT como base, para aumento de velocidade ou fazer um treino com aumento de carga de acordo com o tempo que o aluno irá treinar. Por exemplo: 15 minutos, onde 5 minutos são de carga leve, 5 de carga pesada e novamente 5 de carga leve.

“O treino no elíptico pode ser realizado por pessoas de todas as idades e, por ser um exercício sem impacto, uma ótima opção para quem tem lesões nas articulações do joelho e tornozelo”, completa Thiago Brito, especialista da Smart Fit.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Christina Volpe

Christina Volpe

Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.

Ver todos os posts