• Saúde - Dor no quadril e costas do corredor pode ser sacroileíte

Dor no quadril e costas do corredor pode ser sacroileíte

Dor no quadril do corredor pode ser sacroileíte

Foto: Adobe Stock

A dor que muitos corredores costumam sentir no quadril pode ser causada pela disfunção da articulação sacroilíaca (SI), que é a articulação entre seu sacro e ílio; conhecida como sacroileíte. Ela ocorre quando a articulação se torna rígida ou solta.

A dor sacroilíaca pode ser confundida com a dor na lombar, pois muitas vezes ela se estende às nádegas ou para o posterior da coxa. O principal sintoma é a dor, que pode ser aguda, pontiaguda ou opaca, e geralmente localiza-se em um lado da pélvis região lombar, virilha ou cóccix.

Quem sofre com o problema pode sentir dor em situações rotineiras como se abaixar, ficar muitas horas em pé, espirrar, tossir, se virar na cama, caminhar ou correr.

Quais podem ser as causas dessa dor?

Cair de um lado do corpo, sobrecarga de treino, desequilíbrios musculares, hipermobilidade do quadril, além de diferentes tipos de artrite lombar secundária à fusão das vértebras.

Tratamento

Há uma série de opções de tratamento que podem trazer alívio. A primeira coisa a tentar é descansar, algo difícil para nós corredores, mas tirar uma folga das atividades que estão causando dor e que estresse repetitivo na articulação. Além disso, é fundamental descobrir a causa da dor, só depois disso, o médico prescreverá um tratamento indicado que pode ser:

– Órteses: usar um aparelho/cinta na sacroilíaca pode ajudar a reduzir a dor estabilizando a articulação SI durante a atividade conhecida por agravar os sintomas;
– Terapia manual: este tipo de tratamento prático concentra-se nos tecidos moles e articulações para reduzir a dor enquanto aumenta a amplitude de movimento. A terapia manual pode incluir massagem dos tecidos moles, liberação miofascial, mobilização articular e técnicas de energia muscular (MET) para corrigir o alinhamento pélvico.
– Mecânica da corrida: melhorar os padrões de movimento e a marcha evitarão a dor durante a corrida;
– Métodos mecânicos: o tratamento a quente ou a frio podem ajudar na tensão muscular e na dor, enquanto a estimulação elétrica pode ser usada para aliviar a dor;
– Exercícios de fortalecimento: a força melhorada nos músculos abdominais inferiores, do assoalho pélvico e das nádegas estabilizará as articulações sacroilíaca e espinhal para impedir o movimento da articulação com a atividade;
– Exercícios de alongamento: aumentar a flexibilidade dos músculos tensos para aliviar o estresse na articulação SI.

Comentários

Tags:, , , , , ,
Ana Paula Simões
Professora Instrutora e mestre em Ortopedia e Traumatologia do Esporte da Santa Casa de SP. Membro internacional e nacional da Sociedade de medicina e cirurgia da Perna, Tornozelo e Pé. Vice presidente da sociedade paulista de medicina esportiva. Comissão da prova de título da Sociedade Brasileira de medicina do esporte. Membro da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e da Sociedade de Traumatologia Esportiva. E também é corredora e nadadora.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade