E se você não consumisse açúcar por uma semana?

O super consumo e a presença do açúcar em praticamente todos os tipos de alimento, está causando um péssimo vício e causando diversos malefícios na população em geral. Porém, é possível reverter essa situação, sendo que ao retirar o açúcar por apenas uma semana já são visíveis diversas mudanças.

A nutricionista da Estima Nutrição, Dra. Bianca Vieira de Souza, explica que é possível mudar a relação com o açúcar e só ter benefícios. É possível sentir a diferença na balança, melhora na retenção de líquidos, diminuição na resistência da insulina, o que força menos o trabalho do pâncreas, entre outros. Porém, como todo o vício ao retirá-lo bruscamente você pode ter sintomas como queda de energia, desmotivação, irritação e falta de concentração.

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay
A partir da segunda semana sem açúcar os níveis de energia no organismo começam a normalizar e ocorre melhora dos sintomas. Com 1 mês sem açúcar é perceptível a perda de peso e redução do percentual de gordura. O corpo já não sente tanto a falta do doce e sua energia estará normalizada, diz Bianca.

Como o açúcar age no corpo?

Quando ingerido, é transformado em glicose pelo organismo. A glicose é o açúcar em moléculas menores para a absorção pelas células. Após a ingestão o pâncreas produz o hormônio, insulina para absorção dessa glicose. A insulina produzida liga-se a uma proteína chamada glut4, facilitando a entrada da glicose para o interior da célula e a produção de energia.

Ao ser absorvida, a glicose é utilizada pelas células para gerar energia e pelo fígado, que a armazena em forma de glicogênio, para ser utilizada quando não estamos ingerindo nenhum alimento.

Entenda o ciclo vicioso

A ingestão em excesso aumenta o nível de glicose no sangue e provoca a liberação em grande quantidade de insulina. A insulina faz o seu trabalho e absorve a glicose para célula, diminuindo drasticamente os níveis de glicose no sangue.

A glicemia sobe e cai rapidamente, e com essa queda o corpo envia sinais de abstinência, levando a ingestão novamente do açúcar. Assim ocorre um ciclo vicioso, quanto mais você ingere, mais vontade tem de consumir. Os níveis baixos no sangue aumentam a fome e o desejo por doces.

E se você não consumisse açúcar por uma semana?
Foto: Adobe Stock

Principais benefícios para o organismo ao retirá-lo

Emagrecimento: o açúcar é muito calórico. Calorias em excesso na alimentação diária é armazenada em forma de gordura. Ao diminuir a ingestão de açúcar o corpo utiliza a energia estocada.

No coração: reduz o risco de ataques cardíacos, e diminui risco de doenças cardiovasculares, além de diminuir níveis de triglicerídeos.

Sistema Linfático: diminui a retenção de líquidos e inchaço.

No fígado: o açúcar em excesso provoca efeito tóxico similar ao consumo excessivo de álcool, o evitando você melhora a saúde do órgão.

Sistema nervoso: diminui as dores de cabeça e enxaquecas

Sistema digestivo: melhora a absorção dos nutrientes pelos intestinos, pois o açúcar prejudica a ação das bactérias benéficas.

Câncer: evitar alimentos ricos em açúcar diminui o risco de câncer, pois a principal fonte de alimento para células cancerígenas é a glicose.

Sistema endócrino: o pâncreas trabalha mais para produzir insulina quando o consumo é excessivo, o que aumenta o risco de desenvolvimento de diabetes.

Alimentos saudáveis, mas que contém açúcar

Barrinha de cereal: muitas opções no mercado possuem grandes quantidades de açúcar na composição para dar sabor, prefira as que contém poucos ingredientes e que são adoçadas com mel.

Biscoitos integrais: sim Eles não são totalmente saudáveis, possuem farinha integral na composição, mas é acrescentado açúcar para dar sabor.

Molho de tomate e ketchup: o açúcar funciona como controle de acidez no molho de tomate e é um ingrediente no preparo do ketchup. Opte por fazer o molho caseiro e utilizar marcas de ketchup zero.

Pão integral: nem todas as marcas contém açúcar, mas para isso é importante verificar bem o rótulo.

+ Seu calendário completo de corridas de rua está aqui!

Pasta de amendoim: famosa no mundo fit a pasta de amendoim é uma boa proposta para lanches intermediários, mas cuidado. Olhe sempre a composição para verificar se não está sendo enganado.

Granola: o açúcar ajuda a preservar o grão, procure as versões sem o ingrediente, ou adoçadas com mel.

Biscoito água e sal e torradas: alimento salgado que possuem açúcar na composição, além de excesso de gordura para dar textura.

Suco e leite de soja: muito comum na lancheira das crianças. Os sucos industrializados de soja ou de frutas possuem alto teor de açúcar na composição. Prefira sucos naturais, integrais ou de polpa.

Você sabia que o açúcar pode ter outros nomes na tabela de ingredientes?

Glucose, glicose, xarope de glucose, sacarose, maltose, xarope de milho, maltodextrina, dextrose, frutose, néctares, xaropes.

Este texto foi escrito por: Christina Volpe

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts