Entenda as diferenças entre estiramento e câimbras

Sentir uma dor ou incômodo durante ou após o treino é algo comum aos praticantes de atividades físicas. Entretanto, nem sempre é dada a importância que o problema merece, e a pessoa acaba se autodiagnosticando sem saber a gravidade do que está sentindo.

Entenda as diferenças entre estiramento e câimbras
Foto: Pexels

As câimbras e os estiramentos são coisas distintas, porém, dependendo das circunstâncias podem acabar sendo confundidos. Para esclarecer a ocorrência de cada um, consultamos a ortopedista Ana Paula Simões, confira:

Câimbra

A contração muscular localizada e involuntária se manifesta geralmente na prática de uma atividade física se o esportista estiver pouco condicionado ou mal alimentado. Mas isso também pode ocorrer durante o descanso, após uma intensa atividade física. Mas momentos de esforço muscular intenso também ocasionam o surgimento deste espasmo.

De acordo com a ortopedista Ana Paula Simões as câimbras podem ocorrer tanto no momento da atividade física, quanto na hora de dormir, onde o músculo está mais relaxado. As causas são inúmeras:

– Atividade física vigorosa (durante ou após o esforço);

– Desidratação (provas longas);

– Alterações hidreletrolíticas (perda de cálcio e magnésio);

– Falta de sódio;

– Fratura ou stress ósseo (como autoproteção, os músculos ao redor da lesão se contraem involuntariamente);

– Alterações metabólicas (diabetes, hipotireoidismo, anemia, alcoolismo e hipoglicemia);

– Doenças neurológicas com Parkinson, doenças do neurônio motor ou doenças primárias dos músculos (miopatias);

– Insuficiência venosa e varizes nas pernas;

– Longos períodos de inatividade;

– Deficiência de vitaminas (principalmente B1, B5 e B6);

– Algumas drogas (diuréticos, antihipertensivos, etc).

+ Veja como participar de uma corrida virtual!

Estiramento

Já o estiramento é uma lesão que ocorre quando as fibras são alongadas exageradamente, causando uma dor que pode piorar com esforço. As principais causas são:

– Falta de alongamento

– Aquecimento e exagero na atividade física

Um dos locais mais suscetíveis a essa lesão é a coxa. “Um estiramento da coxa interna é comum entre os atletas e aqueles que usam movimentos de torção. Às vezes, elas são esporádicas durante a prática dos exercícios, mas na sua maioria acontecem em um simples movimento de pisar ou manter uma posição por muito tempo seguido de uma entorse ou esforço físico”, explica a ortopedista.

O principal sintoma do estiramento é a dor, seja ela constante ou aquela sensação de fisgada ao andar. “É indicado consultar um médico antes de iniciar qualquer tipo de tratamento em casa para descartar a possibilidade de ser uma hérnia”, ressalta Ana Paula.

+ Escolha sua próxima corrida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carolina Abrantes

Carolina Abrantes

Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.

Ver todos os posts