• Entenda a importância da ação dos carboidratos no corpo de um corredor

Entenda a importância da ação dos carboidratos no corpo de um corredor

Foto: FotoliaFoto: Fotolia

O carboidrato é um nutriente formado por blocos de estruturas de carbono, oxigênio e hidrogênio, sua função é, principalmente, fornecer energia para o organismo. Não é novidade que ele é um elemento essencial na dieta do corredor que busca desempenho. Mas será que você sabe quando esse nutriente deve ser consumido? O Webrunconversou com a nutricionista Amanda Maffei, da Estima Nutrição, para entender os efeitos que o carboidrato causa no corpo do atleta. Confira:

Um dia antes da corrida

“O carboidrato que é consumido um dia antes da corrida fica estocado no organismo da pessoa como uma reserva de energia para os músculos. Em geral, um dia antes de provas de longa distância acontece o chamado jantar de massas justamente porque é necessário ao atleta, que busca performance, fazer essa reserva de ‘combustível”, explica.

Uma hora antes da corrida

“Quando consumido no pré prova, uma hora antes da corrida, o carboidrato serve como uma fonte de energia imediata, então vai dar ao atleta mais disposição e explosão. Diferente de consumir no dia anterior, ele não será armazenado, vai ter o efeito de fazer o corredor largar com “aquele gás”, afirma a nutricionista.

+ Clique aqui e inscreva-se para a Camelback Mountain Race!

Uma hora depois da prova

“Já no pós treino/prova o carboidrato age na recuperação dos músculos, para que eles se regenerarem rapidamente. É mais recomendado que ele seja consumido nesse período, quando o atleta correu longas distâncias, após fazer 5 ou 10 km não é tão necessário consumir o carboidrato, senão essa fonte de energia fica acumulada sem necessidade e a pessoa pode até acabar engordando”, explica Amanda.

Além disso, é importante lembrar que o carboidrato está presente em diversos tipos de alimento, como massas, pães, cereais, entre outros, alguns deles são mais saudáveis do que outros. Portanto, se você segue uma dieta bastante restrita ou tem a preocupação de não consumir calorias extras, o ideal é conversar com seu nutricionista para saber qual a quantidade adequada e a melhor fonte de carboidrato para seu caso.

Comentários

Tags:, , ,
Carolina Abrantes
Estudante de jornalismo, já metida à repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.
Publicidade
Publicidade