Entrega de kit vai virar peça de museu

Atleta com a caixa contendo o kit (foto: Harry Thomas Jr)
Atleta com a caixa contendo o kit (foto: Harry Thomas Jr)

Desde que comecei a competir no início de 1995 tive o privilégio de ser testemunha ocular de inovações e porque não dizer até protagonista de melhorias implementadas no mercado de corridas de rua no Brasil. No meu caso específico, tenho a honra de ter sido o pioneiro no mundo virtual, já que no ano de 1999 lancei o primeiro site brasileiro totalmente dedicado às corridas de rua o maratona.com.br, que foi o embrião do portal Webrun.

Nestes mais de doze anos acompanhei a introdução de novidades como o chip, os tapetes de cronometragem, que ficam na largada, meio e chegada, a entrada dos tecidos tecnológicos, novas revistas do meio, medalhas para todos os inscritos, número de peito personalizado, itens que mudaram e inovaram substancialmente o mercado.

A última grande novidade que presenciei foi introduzida no Circuito Alphaville Running que estreou no calendário no último mês de agosto. Nela os atletas inscritos simplesmente podem esquecer da obrigação – muitas vezes trabalhosa – de retirar o kit de atleta, já que eles são entregues gratuitamente no endereço escolhido.

Já li em alguns fóruns de corridas histórias bem humoradas como “pensei que fosse uma bomba, pois não estava esperando nenhuma encomenda e para minha surpresa era o kit do Alphaville”, comentou o corredor ao se deparar com a caixa preta da norte-americana UPS, empresa que detêm grande know-how em corridas já que é responsável por toda a logística da Maratona de Nova York.

É aquela história que grandes idéias não são necessariamente complicadas. E você tem alguma idéia de inovação de produtos e serviços que possam ser introduzidos em corridas? Se tiver não deixe de registrar aqui.

Este texto foi escrito por: Harry Thomas Jr.

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts