Galindez está pronto para o Ironman e quer o tricampeonato

Galindez na saída da natação do Ironman Brasil 2006 (foto: André Chaco/ www.webrun.com.br)
Galindez na saída da natação do Ironman Brasil 2006 (foto: André Chaco/ www.webrun.com.br)

O triathleta argentino radicado no Brasil, Oscar Galindez, está pronto para encarar o Ironman 2007. A prova acontece no próximo dia 27 em Florianópolis, Santa Catarina, e Galindez quer buscar o tricampeonato.

Recuperado de um incidente, após ser atropelado por competidores em prova na Argentina, ele acredita que fará um bom Ironman. “Estou recuperado e os treinos estão bem. Agora estou treinando menos e descansando enquanto espero a prova. As minhas expectativas são as melhores. Não tenho bola de cristal para saber o resultado final. Mas espero que ocorra tudo bem”, conta.

No ano passado ele fez o melhor tempo da prova dos últimos cinco anos. Galindez completou a competição em 8h15min18. Conhecedor do percurso do Ironman Brasil, ele espera encontrar um mar tranqüilo no dia do evento. “A natação é complicada porque todo o ano tem correnteza. Se o vento vier do sul, o mar fica calmo. Agora se ventar do norte o mar fica mexido”, explica o triathleta que vai encarar 3,8km de natação.

Bike – Galindez é considerado um dos melhores pedais da atualidade e nos 180km de bike do Ironman Brasil, ele não deve enfrentar dificuldades. “O ciclismo é quase todo plano, com poucas subidas. É um circuito rápido. O fato de ser duas voltas, para mim fica até melhor, porque tem a torcida perto. Dessa forma passa um pouco mais rápido”, conta.

Mas assim como a natação o vento também pode ser um fator decisivo no Ironman. “Venta mais na região sul da ilha. Lá o vento bate forte e é um local crítico da bike. O vento fica nas costas complica um pouco”. Além disso, Galindez alerta sobre o vácuo nas provas. O vácuo acontece quando um ciclista fica atrás de outro e assim pedala com mais facilidade, já que o primeiro rompe com parte da resistência do ar.

“Eu espero que os fiscais façam o trabalho bem feito. Tomará que eles punam quem tem que punir. Porque esse negócio de pegar vácuo no Ironman tem acontecido bastante. No Havaí é uma coisa absurda. O pessoal pega vácuo o tempo todo. Espero que aqui seja uma prova limpa, que ninguém fique pegando vácuo de ninguém”, revela.

Além da bike, a prova também conta com 42 quilômetros de corrida. A largada do Ironman acontece no próximo domingo (27) às 7h na praia de Jurerê Internacional, Florianópolis.

O Webrun fará a cobertura on line do evento no domingo a partir das 6h.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda e Donata Lustosa

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts