Gasto Energético (GE) da Caminhada e Suas Implicações

O gasto energético da caminhada comum, aquela desenvolvida no ritmo entre 4 e 6 km/h é segundo alguns autores, em muitos casos por si só insuficiente para perfazer as exigências metabólicas do organismo na a correção ou manutenção dos índices desejáveis de gordura corporal e/ou dos parâmetros indicativos dos riscos de doenças coronarianas. Nesse sentido, as recomendações do GE semanal ideal é em torno de 2000 kcal e nunca menos de 800-1000 kcal.

Em termos práticos, uma pessoa de 62 kg que percorra 6 km em 1 hora, 4 vezes por semana, terá um GE (ver procedimento para o cálculo em GE da caminhada) de 893 kcal semanal, ou seja, um empenho de 4 sessões totalizando 4 horas (mais os alongamentos) para atingir apenas o limite inferior recomendado!!!

E se o indivíduo decidir por um GE em torno do limite superior recomendado ainda optando pela caminhada? Terá que cumprir 4 sessões de 2 horas cada, ou 6 sessões de 1h 20’ cada, ou…De qualquer modo e na maioria das vezes, as pessoas não dispõem de tanto tempo e interesse por caminhar tanto assim.

Esse é o motivo pelo qual a prática da caminhada ordinária passa a ser algumas vezes pouco atraente, considerada contraproducente, desautorizada por alguns estudiosos para ser praticada isoladamente, sendo comumente prescrita como atividade patamar a outras mais eficazes, ou tida apenas como atividade complementar.

Este texto foi escrito por: Claudio Bertolino

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts