Grupo Pão de Açúcar premiará Cordeiro de Lima

Romero (primeiro plano): reconhecimento do patrocinador (foto: Fernanda Paradizo)
Romero (primeiro plano): reconhecimento do patrocinador (foto: Fernanda Paradizo)

Depois de perder a suposta medalha de ouro para o italiano Stefano Baldini, em função da agressão sofrida ontem, dia 29, na maratona olímpica, o bicampeão pan-americano da modalidade, o paranaense Vanderlei Cordeiro e Lima, recebeu uma boa notícia de seu patrocinador o Grupo Pão de Açúcar. Ele receberá o bônus concedido aos medalhistas olímpicos estabelecido pelo patrocinador como se houvesse conquistado a medalha de ouro, ou seja, receberá R$ 200 mil (equivalente ao primeiro lugar) ao invés dos R$ 70 mil destinado a quem ganhasse a medalha de bronze.

“Estamos orgulhosos da campanha dele, demonstrando garra, determinação e coragem. Até mesmo uma adversidade inusitada foi superada e ele conseguiu um inédito terceiro lugar. Dessa forma, após conversarmos com Abílio Diniz, presidente do Conselho Administrativo, vamos dar o prêmio estipulado no Bônus Pódio Pão de Açúcar como uma medalha de ouro”, explicou Eduardo Romero, diretor de marketing do Grupo Pão de Açúcar.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts